Conto de fadas: ex-estrela de reality show vira princesa da Suécia

Sofia Hellqvist oficializa união com o príncipe Carl Philip neste sábado, 13

por AFP 12/06/2015 18:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Maja Suslin/Scanpix
Sofia Hellqvist ficou conhecida por participar de 'Paradise Hotel', uma espécie de 'Big brother' (foto: REUTERS/Maja Suslin/Scanpix )
Depois de ser estrela de reality show, modelo, garçonete e professora de ioga, Sofia Hellqvist protagonizará no sábado seu próprio conto de fadas do século XXI ao se casar com o príncipe Carl Philip da Suécia. A futura princesa de 30 anos, morena e elegante, é conhecida por seu caráter acessível e seu sorriso a radiante. Seu noivo, de 36 anos, é o segundo filho do rei Carl XVI Gustaf e da rainha Silvia da Suécia. O duque de Värmland também é o terceiro na linha de sucessão ao trono, atrás de sua irmã mais velha, a princesa Victoria, e sua filha, a princesa Estelle. Atualmente, um casamento real "permite unir a família real ao povo e fortalecer o sentimento de comunidade", ressalta a historiadora Louise Berglund, entrevistada pela agência de notícias sueca TT.
AFP PHOTO / JONATHAN NACKSTRAND
(foto: AFP PHOTO / JONATHAN NACKSTRAND )
Philip e Sofia querem projetar a imagem de uma realeza moderna e aberta, sendo vistos fazendo exercícios pela cidade ou pedindo uma pizza em Estocolmo. Em 2010, a imprensa sueca se interessou pelo passado da jovem, que foi modelo de biquíni, quando seu relacionamento com o príncipe Carl Philip foi revelado. Sofia Hellqvist ganhou fama em 2005 depois de participar do reality show "Paradise Hotel". A futura princesa, que cresceu em uma família de classe média junto a suas duas irmãs numa pequena cidade do centro da Suécia, posou nua aos 20 anos para a revista masculina Slitz. "Não me arrependo de nada. Todas estas experiências fizeram de mim a pessoa que sou, apesar de hoje em dia não querer repetir", declarou recentemente. Em 2005, Sofia se mudou para Nova York onde estudou contabilidade e trabalhou como professora de yoga e camareira antes de voltar à Suécia. Em 2010, ajudou a fundar a ONG "Project Playground", para ajudar as crianças pobres da África do Sul.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO