Escritor George R. R. Martin defende cena de estupro de Game of Thrones

"Os livros refletem uma sociedade patriarcal baseada na Idade Média. Não era um tempo de igualdade de gêneros", disse o escritor à revista Entertainment Weekly

por Diário de Pernambuco 05/06/2015 10:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 Nick Briggs/HBO
Martin atualmente se dedica ao sexto volume da saga, prometido para 2016 (foto: Nick Briggs/HBO)
A violência sexual contra a personagem Sansa Stark (Sophie Turner), exibida na quinta temporada de 'Game of Thrones', voltou a ser motivo de polêmica. O autor dos livros que deu origem à produção, George R. R. Martin, defendeu o caráter violento da cena, que foi alvo de críticas na internet pela falta de fidelidade à série 'As crônicas de gelo e fogo'.

Apesar de o estupro contra a personagem não fazer parte da obra original, Martin afirma que os livros são baseados na sociedade medieval e, portanto, esse tipo de referência não é absurda. "Os livros refletem uma sociedade patriarcal baseada na Idade Média. Não era um tempo de igualdade de gêneros. Era muito classista, e as pessoas eram divididas em três classes", disse o escritor à revista EW.

Quando os comentários relacionados à cena começaram a circular nas redes sociais, a atriz Sophie Turner também defendeu o conteúdo. Em entrevista à Entertainment Weekly, ela revelou que ficou "encantada" com o material.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO