Morte de Elizabeth II é anunciada por erro no Twitter da BBC

Informação foi vazada por jornalista da empresa durante exercício de simulação

03/06/2015 18:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Arte / ANDREW YATES / POOL / AFP
(foto: Arte / ANDREW YATES / POOL / AFP)
Londres, Reino Unido -
A BBC abriu nesta quarta-feira um inquérito interno e pediu desculpas após o anúncio da morte de Elizabeth II na conta de Twitter de um dos seus jornalistas, durante um exercício de simulação do falecimento da rainha, de 89 anos.

"URGENTE: a rainha Elizabeth recebe cuidados no King Edward VII Hospital de Londres. Comunicado seguirá em breve @BBCWorld", dizia às 9h30 local (5h30de Brasília), a conta do Twitter de Ahmen Khawaja, uma jornalista do serviço em urdu.

Enquanto a informação era rapidamente reproduzida pela CNN e pelo jornal alemão Bild, um segundo tuíte da mesma jornalista da BBC anunciava: "Rainha Elizabeth está morta".

Diante da tempestade midiática, Ahmen Khawaja apagou suas duas mensagens. Então, ela escreveu: "Alarme falso, eu deletei os tuítes anteriores", sugerindo que seu telefone foi usado por uma outra pessoa.

"Eu deixei meu telefone sem supervisão em casa. Foi uma piada de mau gosto. Minhas desculpas", disse ela no Twitter antes de, mais uma vez, excluir a mensagem.

Este anúncio falso foi dado ao mesmo tempo em que a rainha passava por seu exame anual de saúde. Para parar os rumores, um porta-voz do Palácio de Buckingham, excepcionalmente, emitiu um comunicado ressaltando se tratar de um "exame de rotina" e que a rainha já havia deixado o hospital.

A BBC explicou, por sua vez, que o incidente ocorreu "no âmbito de um teste técnico relacionado com um obituário".

"Tuítes indicando que um membro da família real adoeceu foram enviados por engano a partir da conta de uma pessoa jornalista da BBC. Os tuítes foram rapidamente apagados, e pedimos desculpas pelo mal entendido", indicou em um comunicado.

A BBC, respeitada e valorizada em todo o mundo, assegurou que uma "investigação" estava sendo conduzida como parte de um "processo disciplinar" para esclarecer o incidente.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO