Paul McCartney parou de fumar maconha por causa dos netos

"Hoje prefiro uma taça de vinho ou uma boa margarita" afirmou Ex-Beatle em entrevista

por Fernanda Machado 01/06/2015 10:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paul McCartney/Facebook
(foto: Paul McCartney/Facebook)
O vovô Paul McCartney, 72, deixou de fumar maconha justamente por causa dos netos. Em entrevista ao jornal The Daily Mirror o ex-beatle afirmou que não faz mais uso da erva "há um bom tempo". Perguntado o motivo, Paul respondeu: "a verdade é que não quero esse exemplo para meus netos. É algo parental" e completou "hoje prefiro uma taça de vinho tinto ou uma boa margarita".

Em 1980, Paul McCartney chegou a ser detido por nove dias no japão por posse de drogas depois de ter sido flagrado com 225 gramas de maconha. "O único período em que esteve mais de uma semana afastado de sua até então esposa Linda McCartney", afirma a publicação. Na época o músico foi liberado e deportado graças à pressão dos fãs. O jornal ainda diz que McCartney foi apresentado à erva em 1964 por Bob Dylan.

Linda McCartney/Facebook Paul McCartney
Paul e a filha Mary McCartney, em 1969. Foto tirada por Linda McCartney, primeira esposa de Paul (foto: Linda McCartney/Facebook Paul McCartney)
Paul é pai de cinco filhos. O músico tem também oito netos e é casado com Nancy, sua terceira esposa, desde 2011.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO