Sarah Brightman adia viagem ao espaço após pagar 48 milhões de euros

Cantora britânica alegou ''razões familiares'' para justificar cancelamento de embarque, marcado para setembro

por AFP 13/05/2015 18:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

AFP PHOTO / KIRILL KUDRYAVTSEV
Em março, soprano disse que viagem ''É um projeto que parece loucura, irrealista'' (foto: AFP PHOTO / KIRILL KUDRYAVTSEV )
A soprano britânica Sarah Brightman anunciou nesta quarta-feira, 13, que vai adiar a viagem ao espaço que faria em setembro, quando iria se tornar a oitava turista a embarcar para a Estação Espacial Internacional (ISS).


A estrela do musical 'O fantasma da Ópera' alegou "razões familiares" para explicar o adiamento, em um breve comunicado no site www.sarahbrightman.com. A soprano, de 54 anos, que estava treinando para a viagem na Cidade das Estrelas, perto de Moscou, deveria decolar em 1 de setembro do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão russo, para dez dias no espaço.


Para ter um lugar em uma nave espacial Soyuz, ele teve que pagar o equivalente a 48 milhões de euros, segundo a imprensa britânica. Ela seria a primeira turista a ir para o espaço em seis anos, depois que estes programas de turismo bastante particulares foram suspensos por falta de lugar a bordo. O último foi o bilionário canadense Guy Laliberté, fundador do Cirque du Soleil, que retornou à Terra em outubro de 2009, após 11 dias no espaço.


Sarah Brightman queria cantar no espaço e tinha começado a ensaiar uma ária com o ex-marido, o célebre produtor de musicais Andrew Lloyd Webber. "É um projeto que parece loucura, irrealista", disse a cantora em março durante coletiva de imprensa em Londres.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO