Ex de Sofía Vergara vai à Justiça por embriões

Nick Loeb, ex-noivo da atriz colombiana, reafirmou desejo de dar prosseguimento ao uso dos embriões que congelou com a artista

por Fernanda Machado 08/05/2015 10:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / Valerie Macon / FILES
(foto: AFP PHOTO / Valerie Macon / FILES )
O empresário Nick Loeb, de 39 anos, ex-noivo da atriz colombiana Sofía Vergara, reafirmou ontem seu desejo de dar prosseguimento ao uso dos embriões que congelou com a artista e arcar sozinho com os custos de criar os bebês.

Ele disse que não mudará de ideia, mesmo se tiver um relacionamento com outra mulher ou se Vergara decidir se encarregar do assunto com seu novo namorado, Joe Manganiello.

“Absolutamente não. Não tem a ver com uma mulher sobre outra mulher. Tem a ver com duas vidas que criamos e que existem”, disse, em entrevista à rede NBC.

Vergara e Loeb fecundaram vários embriões que estão congelados em uma clínica em Los Angeles, com a ideia de que fossem implantados em uma mulher que levasse a gestação adiante. Depois de tentativas fracassadas, o casal se separou em 2014, mas dois embriões femininos permanecem na clínica.

O casal havia assinado contratos sobre o destino dos embriões, inclusive sobre a necessidade de que ambos estejam de acordo em qualquer situação, mas os documentos não contemplaram a possibilidade de uma separação do casal.

Vergara quer que os embriões permaneçam congelados indefinidamente, mas Loeb apresentou em um tribunal uma demanda contra ela, pela custódia dos dois embriões restantes, alegando razões morais para vetar sua destruição ou permanência em um congelador. No próximo dia 22, será realizada uma audiência sobre o caso.

A colombiana, a atriz de televisão mais bem paga do mundo nos últimos três anos, muito zelosa com sua privacidade, criticou o fato de o tema continuar sendo explorado pela imprensa.

“Trabalhei muito duro para chegar a este lugar. Promovo meu filme, meu trabalho, não quero promover minha vida privada. Não quero permitir que essa pessoa se aproveite de minha carreira para se autopromover e obter publicidade por isso”, afirmou ao canal ABC.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO