Avril Lavigne teve medo de morrer após cinco meses de cama

Em entrevista à revista People, a cantora revelou ter sido diagnosticada com a doença de Lyme

por Correio Braziliense 02/04/2015 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP / Photo
A doença de Lyme faz parte de um grupo de zoonoses pouco comum (foto: AFP / Photo)
Nova York, Estados Unidos  -
A cantora franco-canadense Avril Lavigne, de 30 anos, revelou que ficou cinco meses de cama, por causa da doença de Lyme, e que sentiu que ia "morrer".

Depois de ficar meses sumida, o que levantou boatos sobre sua saúde, Avril disse se sentir melhor agora.

"Eu tinha a impressão que não podia mais respirar, eu não conseguia mais falar, nem me mover", desabafou, em entrevista à revista People, na terça-feira.

"Eu achei que estivesse morrendo", acrescentou.

A borreliose de Lyme é uma doença infecciosa, devido a uma bactéria transmitida por picada de carrapato.

Difícil de diagnosticar e subnotificada, a doença pode ter consequências graves se não for tratada a tempo. Entre as implicações incapacitantes e dolorosas, em especial neurológicas, nas articulações e musculares, estão a meningite, ou a paralisia facial.

"Havia vezes, em que eu não tomava banho durante uma semana inteira, porque eu quase não conseguia ficar em pé", revelou.

"Era como se toda minha vida estivesse indo embora", acrescentou.

A cantora afirmou que agora se sente "80%" melhor.

Avril Lavigne ficou conhecida no mundo todo quando ainda era adolescente, em 2002, com seu álbum 'Let Go'.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO