'BBB 15': Mariza e Cézar se enfrentam em paredão com gostinho de final

Os dois lideram as enquetes dos mais populares desta 15º edição do reality show

por Diário de Pernambuco 24/03/2015 16:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
Cézar e Mariza se enfrentam nesta terça-feira em paredão disputado voto a voto no Big Brother Brasil. (foto: Reprodução)
O paredão que acontece nesta terça-feira vem com cara de final. Os dois personagens mais coerentes desta edição vão se enfrentar uma semana antes do encerramento: a pernambucana Mariza, que faz uma leitura perspicaz do jogo, contra o taciturno Cézar, que aposta no "jogo individual". Por trás do paredão entre os mais populares nas enquetes de preferência do público, está o jogo viciado e fadado ao fracasso do estrategista Fernando.

Apontado inicialmente como o favorito, o carioca tinha carisma pra dar e vender. Começou a virar vilão quando fez o imperdoável: jogou só pensando no ambiente da casa e se esqueceu do seu principal juiz, o público. Traiu, mentiu, confabulou, enganou, manipulou. Conjugando todos esses verbos, fez com que Mariza, sua aliada do começo do programa, fosse ao paredão contra Cézar. A intenção era ainda maior: colocar Mariza contra Adrilles, com quem o próprio Fernando retomou uma amizade intensa nos últimos dias.

Companheira do vilão e líder da semana, Amanda nunca simpatizou com Mariza. Bem verdade que poderia colocá-la no paredão mesmo sem a influência de Fernando. Quando ainda tinha suas companheiras na casa, não se esquivava de entornar o coro que acusava Mariza de maledicência, vitimização e até mesmo se enfurecia com os conselhos, sensatos, que Mariza oferecia. ("Nem minha mãe me dá conselho, quanto mais ela", disse. Tadinha, se vangloriando de não receber conselho de mãe!)

Do outro lado do paredão, Cézar Lima, que nas últimas semanas deu para falar de si em terceira pessoa. Se conversou pouco com os outros candidatos ao R$ 1,5 milhão, foi eloquente como um político ao falar nas transmissões ao vivo. A linha “cavaleiro solitário” foi conquistando aos poucos o público, paredão por paredão. É fácil para o espectador se identificar com o personagem que está no jogo, acompanha tudo de ouvidos e olhos atentos, mas o renega por considerá-lo abaixo dele.

 No (possivelmente) mais longo diálogo que ele travou na casa, logo após os votos do domingo,  Cézar comprovou, mais uma vez, que acompanha com apuro os passos dos colegas confinados. Na conversa,  fez Mariza ver que foi manipulada por Fernando. A pernambucana aproveitou para confessar  seu arrependimento. "Ele (Fernando) foi conquistando cada povoado, falando com um e com outro. Eu, ingenuamente, fui usada. Quando Rafael saiu, ele olhou para nós três. Viu que você era impossível de conquistar, que eu estava titubeando (em ser aliada do novo casal) e foi conquistar Adrilles", analisou.

O programa de ontem mostrou também o quão equivocado Fernando é sobre o que se passa fora da casa. Estrategista a sangue frio, que deve estar agora focado por um terceiro lugar,  ele comentou com Amanda que  acredita que o verborrágico e escorregadio Adrilles é mais forte que Cézar. Bobinho. Mariza também viu, e fingiu que não viu, um beijo de Amanda e Fernando.

O programa terminou com um mosaico de imagens que cristaliza esses últimos dias de Big Brother Brasil: Adrilles sendo adulado pelo casal Fernando e Amanda na varanda; Cézar isolado lendo um grosso manual de Direito; e Mariza sozinha na sala, tentando construir um quebra-cabeça. Na disputa de hoje, quem ficar na casa provavelmente leva o prêmio principal. Vai ser uma votação apertada.


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO