De 'Avenida Brasil' a 'Chiquititas': as dez melhores vilãs das novelas

Nova novela das 21h promete destaque no embate entre as vilãs Glória Pires e Adriana Esteves

por Diário de Pernambuco 18/03/2015 12:36

TV Globo/Reprodução
(foto: TV Globo/Reprodução)
As vilãs Beatriz (Glória Pires) e Inês (Adriana Esteves) deram o que falar no primeiro capítulo de 'Babilônia', novela das 21h da TV Globo. O embate entre as personagens, "amigas" de infância que se reencontram anos depois, ainda dará o que falar na trama de Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares. De classes sociais distintas, ambição, frustração e falta de escrúpulos marcam as personalidades da dupla. Apesar da boa repercussão na estreia, o caminho será longo para a dupla entrar na lista das principais vilãs da teledramaturgia brasileira. Relembre dez vilãs marcantes:


    
Odete Roitman (Beatriz Segall) e Maria de Fátima (Gloria Pires)
Novela: 'Vale Tudo' (1988)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
Assim como Babilônia, 'Vale tudo foi' marcada por duas antagonistas. Até hoje, a atriz Beatriz Segall é lembrada por Odete Roitman, cujo maior mistério da trama foi o "quem matou?" da personagem. Já Maria de Fátima, vivida por Glória Pires, está na lista das piores mães do Brasil, que chegou a vender o próprio filho.
   


Carminha (Adriana Esteves)
Novela: 'Avenida Brasil' (2012)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
A personagem virou febre nacional. No início da novela, ela armou um golpe e roubou o pai de Rita/Nina, Genésio, que morreu atropelado por Tufão. De "luto", Carminha consegue se aproximar do jogador de futebol e abandona Rita no lixão, com o amante Max. Carminha vem sendo comparada por internautas a Inês, de 'Babilônia'.

 

Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
Nazaré Tedesco (Renata Sorrah)
Novela: 'Senhora do destino' (2004)


Inescrupulosa e cruel, Nazaré era uma prostituta que fez de tudo para ascender na vida. Estéril, roubou a filha de Maria do Carmo com o objetivo de destruir o casamento do amante. Protagonizou momentos emblemáticos, como a cena em que derrubou o marido, Luís Carlos (Tarcísio Meira), da escada. O ato foi revisitado em 'Império', também de autoria de Aguinaldo Silva.  


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
Maria Altiva (Eva Wilma)
Novela: 'A indomada' (1997)


A megera menosprezava pobres, era invejosa e preservava relações apenas por interesse, como com Teobaldo (José Mayer). Vivia em conflito com Helena, por exemplo, por causa dos bens da família.


Raquel (Glória Pires)
Novela: 'Mulheres de areia' (1993)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
A maldade se acentuava na relação com a irmã gêmea, Ruth. Ela separou a irmã de Marcos, o amor de Ruth, e começou a namorá-lo, ao mesmo tempo que mantinha uma relação amorosa com Wanderley, o parceiro nos golpes.

 

 

Bia Falcão (Fernanda Montenegro)
Novela: 'Belíssima' (2005)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
A dona da empresa Belíssima era uma mulher poderosa, prepotente e impaciente ao extremo, principalmente quando era contrariada. Era frustrada por ter levado fora de Murat (Lima Duarte), que optou continuar com a esposa, Katina (Irene Ravache). Para a atriz, a personagem não era uma vilã. E sim, uma matriarca poderosa.

 

Flora (Patrícia Pillar)
Novela: 'A favorita' (2008)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
Após três meses, o autor João Emmanuel Carneiro revelou que a personagem era a grande vilã da trama. Ela cumpriu pena de 18 anos pelo assassinato do marido de Donatela. O sonho de Flora era ser famosa, mas não aceitou a desistência de Donatela da dupla sertaneja Faísca e Espoleta. Queria se vingar da ex-parceira.

    
Perpétua (Joana Fomm)
Novela: 'Tieta' (1989)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
Irmã da protagonista Tieta (Betty Faria), a personagem ficou marcada pela ambiguidade: era extremamente religiosa, vivia de luto, mas não seguia os dogmas da Bíblia. Assim como Nazaré e Carminha, Pepértua também era responsável por doses de humor. O grande mistério da novela era o que ela guardava em uma caixa branca: o órgão genital do marido.  

 
Carmen (Giovanna Gold)
Novela: 'Chiquititas' (2013)


Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
As atrocidades da personagem, na novela do SBT, movimentam a rotina das crianças no orfanato. A sobrinha Gabriela é uma das que mais sofrem com as maldades da megera. Ela faz Gabriela acreditar que Marien, a sua aliada, é filha biológica dela, ao invés de Mili.

 

Laura (Cláudia Abreu)

Novela: 'Celebridade' (2003)

 

Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)
A inveja motivou mais uma tensa relação vilã-mocinha em um folhetim. Desta vez foi a inesquecível escalada até o sucesso de Laura, personagem de Cláudia Abreu que, para alcançar a fama, não pensou duas vezes antes de roubar, agredir, chantagear. Quem não se lembra da histórica briga entre Maria Clara (Malu Mader) e Laura?

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO