Patricia Arquette repete discurso feminista do Oscar em celebração da ONU

A vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por 'Boyhood' foi convidada a discursar em solenidade da ONU

por Correio Braziliense 11/03/2015 16:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Robyn Beck/AFP
(foto: Robyn Beck/AFP)

Patricia Arquette, vencedora do Oscar de Melhor atriz coadjuvante deste ano, foi convidada a discursar em um evento da ONU nessa terça-feira (10/3). No evento, que celebrava os 20 anos da IV Conferência mundial sobre a mulher em Pequim, Arquette repetiu o discurso em defesa das mulheres que agitou a noite de premiação do Oscar 2015.

A norte-americana subiu ao palco do Hammerstein Ballroom, em Nova York, depois de três horas de solenidade para encerrar o evento Planet 50-50 by 2030: Step it up for gender equality (Planeta meio a meio em 2030: caminhe pela igualdade de gênero, em tradução livre). Durante a fala, a atriz reforçou as diferenças entre os gêneros nos diferentes âmbitos da sociedade, especialmente nos Estados Unidos.

“Mulheres recebem menos do que homens pelo mesmo trabalho em quase todas as profissões e indústrias, das posições mais baixas até as mais altas. Não importa se você tem um diploma escolar ou um PhD. É abusivo, é devastador”, afirmou.

 

No Oscar, o discurso feminista da atriz levou famosos como Meryl Streep à loucura. Confira:

 

 

 

Recentemente, atrizes famosas de Hollywood se uniram para reforçar a campanha #AskHerMore (Pergunte mais a ela), encabeçada pela atriz Reese Witherspoon e pela comediante Amy Poehler, que questiona o interesse da mídia apenas na aparência das atrizes mulheres.


Na cerimônia do Oscar de 2014, Cate Blanchett, que levou a estatueta de Melhor atriz na ocasião, questionou um cinegrafista que estava filmando seu corpo para mostrar o vestido: 'Você faz isso com homens?", perguntou. 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO