Parentes revelam a trajetória de mineiro apelidado de 'Ken humano'

Internado em UTI de Uberlândia e diagnosticado com leucemia, Celso Pereira Borges fez seis cirurgias plásticas em busca da fama

por Ana Clara Brant 07/02/2015 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução da Internet
Na busca pela aparência do famoso boneco, rapaz fez plásticas e se submeteu à aplicação de hidrogel (foto: Reprodução da Internet)

Celso Pereira Borges nasceu em Araxá, no Alto Paranaíba, em 30 de agosto de 1994, e desde menino sonhava em se tornar famoso. Os traços perfeitos do garoto e os olhos azuis herdados do pai sempre chamaram a atenção da família e dos conhecidos que costumavam comentar que ele parecia um boneco. Ainda criança, começou a participar de concursos de beleza e, aos 15 anos, o já modelo foi escolhido entre 400 pessoas pelo ator Tony Ramos, numa visita à terra de Dona Beija, —coincidentemente, considerada uma das figuras mais belas da história — numa seleção de novos talentos. “O Tony disse que meu neto tinha o dom e deveria seguir a carreira”, lembra o avô José Pereira, de 74 anos, que o criou como filho.

Foi nessa época que o jovem adotou o nome artístico de Celso Santebañes e se mudou para São Paulo para seguir o grande sonho de se tornar famoso. Fez cursos de manequim e de teatro. “Ele era menor de idade, mas a gente apoiou. Já visitamos ele várias vezes lá e ele sempre nos visita também”, conta a avó Terezinha, de 70, a quem Celso chama carinhosamente de vó-mainha. Na capital paulista, o mineiro, de 20 anos, levou à risca o comentário que ouvia nos tempos de infância, de que parecia com um boneco, de tão bonito que era. Para isso, chegou a fazer seis cirurgias plásticas e outras intervenções estéticas e ganhou o apelido de “Ken humano” brasileiro, em referência ao namorado da Barbie. “Essas coisas das plásticas, nós nunca gostamos muito. Mas ele é que sabe da vida dele. Mas a gente sempre torceu pra que ele se desse bem como ator e modelo”, acrescenta o avô.

A trajetória de sucesso está temporariamente interrompida desde que o modelo passou mal em dezembro, quando foi passar o Natal com a família em Araxá e teve que ser internado devido a complicações relativas à aplicação do hidrogel, produto usado principalmente para preenchimento e aumento de volume em regiões como o bumbum e as coxas e que quase levou à morte, recentemente, a modelo Andressa Urach. Depois, o “Ken humano” foi transferido para Patos de Minas, onde acabou descobrindo que seu problema era muito mais grave e não tinha nenhuma relação com o aplicação do hidrogel: ele sofre de Leucemia Linfóide Aguda Philadelphia positivo.


Reação


Foi um baque para o rapaz, que chegou a declarar estar preocupado não só com seu estado de saúde, mas com sua aparência. “Sempre lidei com essa questão da estética e não escondo que sou muito vaidoso. Não consigo me imaginar careca. Sem falar que estou com muito medo do que possa acontecer”, frisou. Para dar continuidade ao tratamento e iniciar as sessões de quimioterapia, ele foi removido para um hospital de melhor estrutura, o das Clínicas de Uberlândia, no Triângulo. Mesmo debilitado, na última segunda-feira, dia 2, Celso concedeu uma entrevista a um site de celebridades via WhatsApp e disse que estava bastante fraco, além de comentar que o celular era seu único passatempo e motivação naquele momento, “porque através dele recebo ligações das pessoas torcendo pela minha melhora.” Ele também tirou uma selfie.

Alexandre Guzanshe / EM / D.A press
José acompanha o neto desde a primeira internação, há um mês: "Estou chocado, é muito triste", disse (foto: Alexandre Guzanshe / EM / D.A press)

Um dia depois, seu estado se agravou repentinamente. Ele chegou a desfalecer três vezes e sua pressão quase foi a zero. Tudo testemunhado de perto pelo avô José, que é seu acompanhante desde a primeira internação em Araxá, há um mês. “Meu neto começou a passar mal do nada e a gente chamou as enfermeiras. Vi ele quase se acabar nas minhas mãos. Estou muito chocado com o que está acontecendo. Agora ele está inconsciente, na UTI, e não sei o que vai ser. É muito triste”, contou o avô, que saiu aos prantos do Hospital de Uberlândia, na quinta-feira, após visitar o modelo.

Alguns parentes estão se revezando para ver o jovem que está em coma, respirando com a ajuda de aparelhos e com risco de morrer. A tia Marília Borges, de 42 anos, veio de Araxá para saber notícias do sobrinho, mas não teve coragem de entrar na Unidade de Terapia Intensiva. “Celso não merecia isso. Tem apenas 20 anos, uma vida toda pela frente. Ele está cheio de projetos, como o lançamento do boneco dele, o Celso Dolls, e um reality show de que ele ia participar em Los Angeles (EUA)”, lamentou. Marília cita com orgulho os programas de televisão de que Celso já participou, como Agora é tarde, Encontro com Fátima Bernardes, Domingo espetacular, Legendários e Domingo Show. “Não vejo a hora de tirá-lo daqui e, se Deus quiser, ele vai sair e ainda vai no programa do Rodrigo Faro, que eu adoro”, anseia.

Origem humilde

 

Dona Terezinha, a avó que criou Celso e o irmão mais velho, Celimar, morto há três anos, com apenas 18, vítima de hantavirose, passa o dia rezando e ainda não contou para a filha Marli, de 44, mãe dos garotos, sobre a real situação do rapaz. “Ela não tem muito acesso a TV, jornal, essas coisas. Marli teve uns problemas de cabeça no passado e não teve condições de cuidar dos meninos. Por isso, eles viraram nossos filhos. Hoje, ela está melhor, mas mesmo assim não dá conta de lidar com isso. Nem sei se vou falar pra ela como está o Celso”, pontua. O rapaz nunca foi muito próximo dos pais, que se separaram quando ele ainda era um bebê, e chama pelo nome a mãe e o pai, Celso, que trabalha numa mineradora e chegou a visitá-lo algumas vezes no Hospital das Clínicas.

De acordo com os jornalistas de celebridades que já vem cobrindo o caso, Celso Santebañes sempre fez questão de ele próprio dar entrevistas contando sua história e nunca foi muito favorável que noticiassem sobre sua origem humilde. “Mas ele nunca nos abandonou. Sempre mandou dinheiro pra gente, sempre nos liga. Por isso, apesar de eu estar muito abalada, estou pensando em ir para Uberlândia, quero vê-lo e saber direito como ele realmente está”, diz. “Estou preocupada com o braço dele, que teve uma infecção. Acho que o Hospital está cuidando dele, mas tem algo errado com esse braço porque em Patos de Minas, ele não estava com isso. Tem que olhar direito, é muito sério”, ressaltou a avó.

Enquanto isso, vários admiradores do Ken seguem fazendo preces e orando pela recuperação do ídolo, que acabou se tonando uma celebridade. Um fã, que também é modelo, chegou a fazer 20 promessas caso Celso se cure, entre elas, a desistência do maior sonho: ser ator. Outra admiradora fundou uma página no facebook ‘Força Ken Humano' para criar uma corrente positiva. “Toda oração é bem vinda. Sabemos que há uns urubus que desejam o mal, mas a maioria está conosco e torcendo muito pelo Celso. Ele mesmo ficou mais religioso nesses últimos dias e até tirou foto com a Bíblia”, revela a tia Marília.

Até a noite de ontem, segundo a assessoria de comunicação do Hospital de Clínicas de Uberlândia, Celso Santebañes continuava internado na UTI, estável, mas com quadro grave e risco de morte.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO