Sertanejo Renner, da dupla com Rick, é preso por dirigir embriagado e provocar acidente

Músico já foi condenado a pagar R$ 1,4 milhão em indenização após batida que matou casal no interior de São Paulo, há 14 anos

por Bossuet Alvim Agência Estado 26/12/2014 11:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Marco Ambrosio/AgNews
Renner na delegacia: sinais de embriaguez após acidente e histórico de batida com duas mortes (foto: Marco Ambrosio/AgNews)
Renner, sertanejo da dupla com Rick, foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira, 26, quando tentava fugir após se envolver em um acidente nas imediações do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. De acordo com a Polícia Militar paulista, Renner estaria voltando de uma festa, acompanhado de um rapaz, quando colidiu a sua BMW X5 em um Fiat Uno estacionado na Avenida Pedro Bueno, Zona Sul da cidade, por volta das 8h. O cantor tentou fugir, mas os pneus do carro teriam estourado.

 

Veja fotos de Renner na delegacia após acidente

 

No local do acidente, a polícia constatou que o motorista Ivair dos Reis Gonçalves, nome real de Renner, apresentava sinais de embriaguez. Submetido ao teste do bafômetro, o sertanejo apresentou índice em 1 decigrama de álcool por litro expelido de ar, três vezes acima da quantidade permitida por lei. Conduzido à 27º Delegacia, no Bairro de Campo Belo, o músico foi ouvido e autuado por embriaguez ao volante e tentativa de fuga. Ele ficou detido na delegacia até o pagamento da fiança, estipulada em R$ 10 mil, e deve responder ao processo em liberdade.

 

Leia também: carteira de motorista do sertanejo estava vencida há 4 anos

 

O homem que estava no banco de passageiro do carro do cantor prestou depoimento para os policiais e depois foi liberado. Segundo a Polícia Civil, não há confirmação se eles eram amigos. Renner também foi submetido a exame de sangue no Instituto Médico Legal (IML), mas os policiais ainda não tiveram acesso ao laudo. A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da dupla sertaneja, mas não obteve resposta.

Acidente com mortes
Em 2001, Renner envolveu-se em um acidente que matou duas pessoas em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo. De acordo com processo judicial, ele dirigia uma BMW em alta velocidade por uma rodovia, quando perdeu o controle do carro, atravessou a pista e acertou um casal que vinha em direção contrária, em uma moto.

O artista foi julgado e condenado a pagar indenização de R$ 1,4 milhão à família de uma das vítimas, mas o prazo para quitação expirou em 2009. Ainda hoje, os familiares do homem morto no acidente recebem repasses da arrecadação por direitos autorais de canções do sertanejo.
Marco Ambrosio/AgNews
Joabe Medeiros, dono do veículo atingido, diz que Renner ''estava muito acima'' do limite de 40 km/h (foto: Marco Ambrosio/AgNews)
Prejuízo
O dono do carro em que Renner bateu, o motorista Joabe Medeiros, afirmou que o cantor dirigia além da velocidade permitida na Avenida Pedro Bueno, antes de colidir. "A pista lá é para 40 km/h, mas ele estava muito acima disso. Ele saiu levando meu carro como se fosse um trator", diz.

Medeiros contou que havia acabado de estacionar o carro em frente à empresa onde trabalha. Ainda segundo o motorista, Renner tentou fugir duas vezes, mas acabou perdendo o controle e batendo em dois postes. "Depois ele parou porque os dois pneus da frente e um traseiro estouraram", afirmou.

O rapaz que estava junto com o cantor teria saído do carro, uma BMW X5, pela janela. Em seguida, Renner desceu, ainda descalço. Nesse momento, Moreira conta que tirou a chave do carro, que ainda estava na ignição e ligou para a Polícia Militar. O motorista estima que a batida traseira causou um prejuízo de cerca de R$ 7,5 mil em seu Fiat Uno, incluindo os acessórios do carro. "Meu som acabou", disse. "Só quero que ele assuma os prejuízos. Pra mim, é ele pra lá e eu pra cá", disse Medeiros.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO