Mudança de Cora em 'Império' não é inédita; relembre novelas que já trocaram de atores

Saída de Drica Moraes e entrada de Marjorie Estiano é recurso dramatúrgico que já foi útil a outros autores, como Manoel Carlos e Walther Negrão

por Fernanda Machado Agência Estado 10/12/2014 16:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Gshow/Reprodução
(foto: Gshow/Reprodução)
"Que m... está acontecendo? É truque?", indagou o comendador José Alfredo (Alexandre Nero) quando se deparou com Marjorie Estiano na pele de Cora no capítulo de 'Império' (Globo) do último sábado, 6. Telespectadores desavisados devem ter feito as mesmas perguntas ao perceber que Drica Moraes, afastada por causa de uma faringite, não estava no papel. Entretanto, não é a primeira vez que o recurso é utilizado na teledramaturgia.

Em 1972, quando a novela 'O primeiro amor' estava no ar, o ator Sérgio Cardoso teve, aos 47 anos, um ataque cardíaco na reta final da trama de Walther Negrão, causando comoção no público. O personagem passou a ser interpretado, então, por Leonardo Villar. A transição foi feita com todo o elenco e ajuda da pós-produção. Uma cena em que Cardoso saía pela porta foi congelada e, em off, Paulo José leu um texto para explicar a situação e relembrar o trabalho do colega morto. Em seguida, a cena recomeçava e Villar entrava pela mesma porta diante dos colegas de novela.

Vítima do mesmo problema de saúde, Jardel Filho morreu e bagunçou a história de 'Sol de verão', no ar entre 1982 e 1983. O desfecho da novela ficou confuso. O autor Manoel Carlos precisou da ajuda do colega Lauro César Muniz, responsável pelos capítulos finais.

 

A solução para contornar o desaparecimento do ator na trama foi incluir uma viagem do personagem. Quando a produção terminou, Jardel Filho foi homenageado. Como a novela que substituiria 'Sol de verão' ainda não estava editada, uma reprise de 'O casarão' tapou o buraco.

Pouco antes de Marjorie ressurgir em 'Império', Alexandre Nero escreveu um longo depoimento em sua página do Facebook, em que se rasga em elogios pelas duas atrizes. Os nomes dos artistas e da trama chegaram a ficar na lista de assuntos mais comentados no Twitter durante o sábado.

O ator aproveitou para tirar sarro e brincar com o fato de que ele poderia ser substituído por Chay Suede, que encarnou José Alfredo na primeira fase da novela. "Alexandre Nero é um heterônimo do Chay. O Nero é o Chay com maquiagem, barba, cabelo e barriga postiças. Sinto decepcioná-los mais uma vez", escreveu.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO