Série invade o motel para contar seis histórias

Programa 'Motel', do canal Max, começa a ser exibido nesta quarta-feira

por Fernanda Machado 03/12/2014 10:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 Max/Divulgação
O episódio inicial é 'As mulheres de Alfredo', um suspense roteirizado por Reinaldo Moraes, sobre um triângulo amoroso nascido em um cruzeiro para o Caribe (foto: Max/Divulgação)
A veia erótica explorada na primeira série brasileira da HBO, 'O negócio' (já com a terceira temporada encomendada), é retomada em todas as facetas com a ambientação do novo produto da emissora, 'Motel' - transmitido a partir desta quarta-feira por um dos braços do canal, o Max, às 22h30. Enquanto a primeira narra a aplicação de conceitos de mercado e marketing para alavancar o dia a dia de uma sociedade sexual formada por três prostitutas, a mais nova se vale de quartos de um motel para tratar de seis tramas distintas.

A temporada inicial prevê a exibição, sempre às quartas-feiras, de histórias de 30 minutos de gêneros cinematográficos: suspense, policial, comédia, terror, romance e drama. As tramas se encerram no próprio capítulo e têm como único ponto em comum o local onde se desenrolam. Para cada episódio, haverá um elenco diferente. A assinatura da série é de Fabrizia Pinto.

O episódio inicial é 'As mulheres de Alfredo', um suspense roteirizado por Reinaldo Moraes, sobre um triângulo amoroso nascido em um cruzeiro para o Caribe com desdobramentos em um motel - onde os três envolvidos decidem marcar um encontro. José Rubens Crachá e Chris Couto interpretam um casal interessado, em momentos distintos, em Janete, vivida pela atriz Melina Menghini.

Os capítulos prosseguem com 'Zoraide', comédia passada em uma suíte assombrada, 'Lilith', terror inspirado em uma passagem bíblica quando um casal decide comemorar vinte anos de união, Primeira vez, comédia com recém-casados em campos opostos em relação a experiências sexuais, 'Ofélia', relato dramático de uma suicida em um quarto de motel, e 'Pura luxúria', investigação policial sobre a morte de um advogado. A produção da Bossa Nova Films custou cerca de R$ 4 milhões.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO