Morre Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, aos 85 anos

'Chespirito' faleceu em sua casa em Cancún

por Fernanda Machado 28/11/2014 18:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Edgard Garrido
Chespirito e a esposa, Florinda Meza, com quem casou-se em 2004 após longo relacionamento surgido em meio às gravações de 'Chaves'; em seus últimos anos, Bolaños viveu no litoral mexicano, em Cancún (foto: REUTERS/Edgard Garrido )

O célebre comediante Roberto Gómez Bolaños morreu aos 85 anos na tarde desta sexta-feira. Desde 2009, o estado de saúde do comediante era instável. Ele precisou operar a próstata e teve consequências após a cirurgia que causaram problemas respiratórios e o fizeram deixar de andar. Desde então, diversos boatos sobre sua morte são divulgados. Ao completar 85 anos em fevereiro, um parente próximo de Bolaños disse que o ator tinha acompanhamento médico 24 horas por dia. Bolaños se mudou para Cancún para não precisar mais do tanque de oxigênio que usava na Cidade do México.

 

Confira a galeria de imagens do eterno Chaves

 

Roberto Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de fevereiro de 1929. Começou a carreira como redator publicitário e nos anos 1950 passou a escrever roteiros para programas de comédia e cinema. Sua estreia como ator foi em 1960, no filme "Dos Criados Malcriados".

 

Ganhou o apelido Chesperito do diretor Agustín Delgado, primeiro a rodar um roteiro escrito por ele. O cineasta considerava Bolaños "um pequeno Shakespeare", que fazia historias semelhantes às do escritor inglês. Em 1968, passou a escrever o programa "Los Supergenios de La Mesa Cuadrada", onde estreou como ator na televisão.


Em 1970, ganhou um programa próprio, batizado com seu apelido. No mesmo ano, o personagem Chapolin Colorado estreou na atração. No ano seguinte, "Chaves" foi ao ar pela primeira vez. Após o fim de "Chesperito", em 1973, Chaves e Chapolin ganharam programas independentes, que duraram até 1979. "Chesperito" voltou a ser exibido em 1980, mantendo-se na grade por 15 anos.


Em 1984, o SBT passou a exibir "Chapolin" e "Chaves". Este último passou a ser uma espécie de "levanta audiência" na emissora de Silvio Santos. A série foi retirada da programação algumas vezes, mas hoje é exibida de segunda a sexta-feira.


Bolaños foi casado com a escritora Graciela Fernández, com quem teve seis filhos, entre 1958 e 1977, ano em que assumiu o relacionamento com a atriz e escritora Florinda Meza, a dona Florinda de "Chaves". Eles oficializaram a união em 2004. Há alguns anos, eles vivem em Cancún, em uma casa próximo à Lagoa de Nichupté. O local fica livre do assédio da imprensa mexicana


Segundo Edgar Vivaz, o Seu Barriga, o corpo do comediante será transportado para a Cidade do México, onde será velado. O ator também publicou sobre o tema no Twitter: “Roberto, você não se vai, permanece no meu coração e em todos os corações de tantos outros que fez feliz. Adeus Chavito, para sempre”.

 

Confira matéria do SBT Brasil sobre a morte de Bolaños:

 


  

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO