Apresentador Marcelo Tas confirma que deixará a bancada do CQC

"Estou com o coração quente e a alma leve. Aquecido pela emoção porque o CQC significa muito para mim, não foi uma decisão fácil", disse

por Correio Braziliense 04/11/2014 11:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação / CQC
(foto: Divulgação / CQC)
O apresentador Marcelo Tas anunciou nesta terça-feira, por meio de seu blog, que deixará a bancada do programa semanal Custe o Que Custar (CQC), da Band.

Após sete anos na emissora, Tas afirmou que teve uma conversa "franca e tranquila" com os colegas de direção e acertou com a equipe que ficará apenas até o fim do ano. "Foi um árduo e longo processo para chegar até as profundezas do óbvio: há hora para tudo, inclusive para iniciar e encerrar uma jornada. Estou com o coração quente e a alma leve. Aquecido pela emoção porque o CQC significa muito para mim, não foi uma decisão fácil", relatou. Na publicação, o apresentador também agradeceu o carinho do público.

A emissora ainda não anunciou quem será o substituto de Tas, que apresenta ao lado de Marco Luque e Dani Calabresa. No início deste mês foi divulgada a informação de que a Band planejava trocar todos os integrantes da bancada, no entanto, a empresa de comunicação não se manifestou sobre o assunto.

Leia o texto na íntegra:

Esta semana, completo sete anos no CQC. Cheguei à Band em novembro de 2007 para ajudar a preparar a estreia do programa no Brasil para março de 2008. Escrevo na madrugada de terça-feira. Acabo de chegar em casa, depois da transmissão ao vivo do programa. Hoje foi um dia e uma noite muito especiais. Tive uma conversa franca e tranquila com meus colegas e com a direção da Band. Desde o final do ano passado, estou amadurecendo uma decisão que divido agora com vocês: vou deixar o CQC no final do ano.

Foi um árduo e longo processo para chegar até as profundezas do óbvio: há hora para tudo, inclusive para iniciar e encerrar uma jornada. Estou com o coração quente e a alma leve. Aquecido pela emoção porque o CQC significa muito para mim, não foi uma decisão fácil. De alma leve pelo sentimento de dever cumprido. Tenho a consciência de ter oferecido alguma contribuição para o projeto que revelou talentos e virou referência para o humor e o telejornalismo brasileiros.

Me sinto sortudo demais por conviver com gente tão talentosa com quem aprendi a reinventar a minha própria trajetória na TV. Quero abraçar e reconhecer a Band, que teve a ousadia de botar essa bagaça fumegante no ar e depois acolher minha decisão e propor novos horizontes.

Envio minha imensa gratidão a você, telespectador e telespectadora da nova era da Comunicação A jornada ainda não acabou. Até o último programa do ano, estarei no CQC com todo o meu coração, alegria e penteado.

Ao infinito e além, turminha!

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO