Justin Bieber se declara culpado por acusações em Miami

Nos EUA, o cantor foi visto dirigindo perigosamente e resistiu a uma ordem de prisão

por AFP 14/08/2014 11:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alberto E. Rodriguez/AFP
Canadense participa de um premiação em Los Angeles, no estado americano da Califórnia, em julho (foto: Alberto E. Rodriguez/AFP)
Washington -
O cantor canadense Justin Bieber se declarou nesta quarta-feira (13) culpado de condução perigosa e de resistir à prisão em Miami, em um acordo que o permitiu se livrar da acusação de condução sob influência de substâncias tóxicas.

O ídolo adolescente aceitou assistir a aulas de controle da raiva e fazer uma doação beneficente de US$50.000, em troca de se ver livre da acusação de dirigir drogado, segundo o acordo apresentado nesta quarta-feira em uma corte de Miami.

"O caso do senhor Bieber terminou hoje", comemorou seu advogado, Howard Srebnick. O artista foi preso no dia 23 de janeiro por participar de pegas. Segundo a polícia, Bieber havia fumado maconha e tomado comprimidos ansiolíticos Xanax antes de sua prisão por condução perigosa.

O cantor de 20 anos, que faz as adolescentes delirarem com sucessos como Baby e Boyfriend, dirigia um Lamborghini quando foi detido e teria ofendido os policiais com palavras obscenas durante sua prisão.

Bieber não parou de acumular problemas com a justiça nos últimos meses: ele foi condenado em julho a dois anos de liberdade condicional e a uma multa de US$80.900 por ter atacado com ovos a casa de seu vizinho em Los Angeles em janeiro.

No início do ano, também precisou se apresentar diante da polícia de seu país para responder a uma suposta agressão ao chofer de uma limusine que ele havia contratado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO