Brasileiros relembram piada de Robin Williams sobre Rio como sede das Olimpíadas: ''strippers e pó''

Em 2009, ator ironizou escolha da cidade brasileira no lugar de Chicago

por Fernanda Machado 12/08/2014 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

REUTERS/Mario Anzuoni/Files
Piada de Robin Williams causou incômodo entre brasileiros e no Comitê Olímpico Internacional; pedido de desculpas veio em 2011, durante entrevista a O Estado de São Paulo (foto: REUTERS/Mario Anzuoni/Files)
A morte do ator norte-americano Robin Williams na última segunda-feira, 11, reacendeu entre brasileiros a lembrança de quando o artista criticou o país, em 2009. Durante entrevista a David Letterman, ele disse que a participação da apresentadora Oprah Winfrey e da primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, não foi suficiente para dar a Chicago o posto de sede das Olimpíadas de 2016.

 

"Espero que ela [Oprah] não esteja chateada de perder as Olimpíadas. Chicago enviou Oprah e Michelle. O Brasil mandou 50 strippers e meio quilo de pó. Não foi justo", atacou o ator, que já havia sido internado em uma clínica de desintoxicação por conta do vício em cocaína. À época, o Rio de Janeiro havia vencido em Copenhague a disputa contra a cidade norte-americana, além de Tóquio e Madri.

 

Dois anos mais tarde, Robin desculpou-se pela afirmação em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo. "Soube que alguns políticos brasileiros ficaram realmente bravos comigo", observou o intérprete de Patch Adams. "Droga, ofendi todo mundo! Me desculpe! É o que acontece com comédia. Quando você ultrapassa essa linha, tem gente que vai rir e gente que vai se ofender", justificou.

 

Confira em vídeo a piada de Robin Williams sobre o Brasil:

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO