Personagem de Edson Celulari vai se comportar como um puma em série do GNT

Em cena, o ator dá vida a um famoso biólogo, Gil, que volta depois de 50 anos à sua terra natal em busca da cura para seu distúrbio psicológico

por Agência Estado 31/07/2014 10:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
GNT/Divulgação
(foto: GNT/Divulgação)
"Ele pensa ser um animal, mas não se transforma", avisa logo de cara o ator Edson Celulari, que faz um homem que tem uma rara doença psíquica em 'Animal', nova série do canal por assinatura GNT. A produção estreia no dia 6 de agosto, às 23h, trazendo suspense e aventura. Em cena, o ator dá vida a um famoso biólogo, Gil, que volta depois de 50 anos à sua terra natal em busca da cura para seu distúrbio psicológico, que é uma herança genética de seu pai. Em crise, o personagem se comporta como um puma.

Todo o projeto foi rodado no período de três meses em um pequeno distrito que fica a quatro horas de viagem de carro de Porto Alegre (RS). A escolha de Minas do Camaquã foi feita pelo autor e diretor da trama, Paulo Nascimento. "Comecei a escrever a partir dos lugares. Depois, fui escalando o elenco. É assim que sempre faço. A região tem características parecidas com a Patagônia, além de um desenho e um colorido que só existe lá", explica Paulo.

O protagonista sofre de teriantropia, uma doença que existe. O indivíduo pensa como um animal, tem os sentidos aguçados e surtos em que não se lembra do que fez. "Resolvi contar essa história depois que saí de uma reunião com Schroder (Carlos Henrique, diretor da Globo). Ele disse 'transgrida'. Quis me basear na ciência, porque tem fatos que são explicados e isso também me dá uma liberdade muito grande de criar ficcionalmente", conta o autor.

Quando Paulo optou por ter um personagem central com teriantropia, ele queria que Gil pensasse que é um puma, e foi aí que Edson Celulari entrou. "Você conhece algum ator da Globo que tenha mais cara de puma do queele?", pergunta o autor, arrancando um sorriso de Celulari, que estava presente na coletiva de imprensa para anunciar o programa.

O ator demonstra estar superentrosado com Paulo Nascimento e toda a equipe de Animal". Gravar numa localidade distante por tanto tempo foi uma verdadeira imersão para ele. O veterano revela ainda que a tarefa foi árdua, mas que, em nenhum dia, acordou sem vontade de trabalhar. "A gente passa a carreira atrás de bons personagens e esse é um desses momentos", confidencia.

Na série, ele vive uma paixão proibida com Mariana (Cristiana Oliveira). Os dois protagonizam cenas de sexoselvagem, afinal Gil é um "animal". No entanto, o roteiro dos 13 episódios vai desvendar pouco a pouco os mistérios da fictícia Monte Alegre. A cidade foi povoada por duas famílias, e, ao longo dos anos, os descendentes foram casando entre si, o que vai explicar a grande quantidade de loucuras e anomalias dessa população.

O assassinato do pai de Gil fez com que sua mãe o levasse de lá ainda criança. Ele volta justamente para entender sua doença, que é degenerativa. "É um personagem que sofre muita pressão. Fico pensando o que ele vai fazer na segunda temporada, depois das aventuras que acontecem na primeira", comenta Celulari.

O seriado estreia com a segunda temporada já confirmada. As gravações estão previstas para maio do ano que vem. Animal é a primeira atração fruto da parceria da TV Globo com a Globosat. A execução do projeto ficou a cargo da Accorde Filmes.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO