Fundador do Hermes e Renato, Fausto Fanti dedicou duas décadas de sua vida ao humor

Humorista foi encontrado morto em seu apartamento em São Paulo nesta quarta-feira, 30

por Bossuet Alvim 30/07/2014 20:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

MTV Divulgação
Fausto Fanti foi responsável por batizar a trupe Hermes e Renato, ainda em 1999 (foto: MTV Divulgação)
O humorista fluminense Fausto Fanti, consagrado como integrante da trupe Hermes e Renato, foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira, 30, no apartamento em que morava em São Paulo. De acordo com informações divulgadas pela polícia do distrito de Perdizes, o comediante foi encontrado enforcado. Fausto tinha 35 anos, era casado e tinha uma filha.

 

Nascido em Petrópolis, no Rio de Janeiro, o artista dedicava-se ao humor desde a década de 1990. Foi um dos fundadores de Hermes e Renato em 1999, quando o grupo estreou na MTV. A atração permaneceu na emissora até 2009, quando os integrantes mudaram-se para a Rede Record sob o nome de Banana Mecânica.

 

Em 2013, os humoristas retornaram à MTV e retomaram o nome original da trupe, do qual passaram a ser detentores legais. Recentemente, Fausto e os colegas de Hermes e Renato trabalhavam no canal FX Brasil, da TV paga. Foi ele quem batizou o grupo, usando o nome de um colega da infância unido ao de um professor de história de quem foi aluno.

MTV Divulgação
Fausto (à esquerda) com os colegas de Hermes e Renato Marco Antonio Alves, Felipe Torres e Adriano Silva: comediantes trabalharam juntos por mais de 15 anos (foto: MTV Divulgação)
Hermes e Renato

A história do grupo começou ainda em 1990 quando, aos 12 anos, Fanti uniu-se ao amigo Adriano Silva para criar  esquetes engraçadas, que eram filmadas em vídeos caseiros. Um conhecido da dupla, Felipe Torres também aderiu à novidade. Mais tarde, com a adição de Marco Alves ao grupo, as piadas ganharam roteirização e, à medida em que os integrantes cresciam, passaram a abordar temas mais sérios com abordagens cada vez mais ousadas e absurdas.

 

Fausto Fanti interpretava Dona Máxima em 'Sinhá Boça':

 

Em 1999, os amigos enviaram um registro de suas brincadeiras à produção da MTV, em São Paulo, que retornou com um convite para um período de experiência. Em pouco tempo, a trupe conquistou um programa próprio, batizado de Hermes e Renato. Em dez anos no ar, os humoristas criaram personagens que tornaram-se ícones da emissora, como o Palhaço Gozo, Joselito (o "sem noção") e Boça, protagonista da novela 'Sinhá Boça'.

Deckdisc/Divulgação
Fausto Fanti (ao centro, de óculos) assumia o alterego Blondie Hammet no Massacration; humorista tocava guitarra solo e fazia vocais de apoio na banda, criada como paródia de grandes metaleiros (foto: Deckdisc/Divulgação)
Massacration

Um dos maiores destaques na carreira da trupe veio com a formação do Massacration, grupo de heavy metal que surgiu como paródia de grandes nomes do gênero mas terminou por lançar álbum próprio. Criada em 2002 como um quadro do programa, a ideia rendeu uma série de clipes da banda 'de brincadeira' fez muito sucesso na programação do canal musical. Fausto Fanti assumiu a guitarra solo e os vocais de apoio do projeto, que tinha Bruno Sutter nos vocais, Adriano Pereira nas guitarras e Marco Antônio Alves no baixo.

 

Os músicos chegaram a abrir shows na turnê brasileira do Sepultura, com Igor Cavalera assumindo as baterias do grupo. Em 2005 o Massacration conquistou um programa próprio na MTV — 'Total massacration', especializado em clipes de metal —, e tornou-se um projeto paralelo a 'Hermes e Renato' na grade da emissora. Lançaram os álbuns 'Gales of metal fried chicken of death' (2005), produzido por João Gordo, e 'Good blood headbangers' (2009), assinado pelo ícone metaleiro Roy Z.

 

Relembre o Massacration no clipe de 'Metal is the law':

 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO