Um ano sem Cory Monteith: o que mudou em 'Glee'?

Morte repentina do protagonista afetou o rumo da trama. Fim da série está confirmada para 2015 com apenas 13 episódios

por Diário de Pernambuco 14/07/2014 10:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
FOX/Divulgação
(foto: FOX/Divulgação)
Neste domingo, 13 de julho, se completou um ano que os fãs da série musical 'Glee' receberam a notícia da morte do ator Cory Monteith, de 31 anos. A saída repentina do protagonista afetou drasticamente o rumo da trama, culminando numa queda de audiência, o cancelamento da produção e redução de números de episódios na última temporada.

Em 2013, Cory foi encontrado morto num quarto de hotel em Vancouver, cidade natal do intérprete de Finn Hudson. Segundo o departamento de polícia local, ele morreu após misturar álcool e heroína.

Não bastasse perder um jovem ator talentoso, o fato também abalou diretamente a série da FOX, que se encaminhava para a quinta temporada e contava com Cory nos primeiros episódios - ele já havia saído nos últimos capítulos do quarto ano para tratar do vício em entorpecentes.

Após a morte do ator, muito se especulou sobre a continuídade da série. Os criadores de 'Glee' consultaram Lea Michele, namorada de Cory e intérprete de Rachel Berry. A série estreou a quinta temporada com uma semana de atraso da data prevista, em setembro de 2013. A primeira parte de um episódio em homenagem aos Beatles foi bastante modificado para cobrir a falta de Cory.

Apenas no episódio 'The Quarterback' ('O capitão, em tradução literal) a série encarou a perda do personagem. A história se passava um mês depois da morte de Finn e, por opção dos autores, não foi mencionado as razões do falecimento. Com cenas gravadas apenas uma vez, devido à grande emoção do elenco, o capítulo teve a maior audiência da temporada, atingindo 7,4 milhões de pessoas nos Estados Unidos.

Passado o luto, 'Glee' tentou seguir em frente, mas a audiência se reduzia a cada semana. O que levou a equipe providenciar mudanças drásticas na trama, como excluir o chamado New Cast (elenco novato) e o clube do coral. O foco passou a ser os personagens antigos que estavam em Nova York.

Segundo o criador Ryan Murphy, ele já tinha pensado na última cena da série, e Cory estaria presente. A dinâmica que levaria ao desfecho teria que ser alterada, e o fim do coral seria a solução naquele momento.

Na quinta temporada, Finn Hudson foi homenageado novamente no episódio 'City Of Angels', em que o coral do Colégio McKinley competiu pela última vez. O capítulo teve apenas 2,3 milhões de telespectadores.

O quinto ano (e conturbado) ano da série terminou no último dia 13 de maio, com dois episódios a menos que o previsto e uma season finale (fim de temporada) com índice de 1,9 milhões de telespectadores.

Diante deste cenário, a FOX programou o fim da série para 2015 e confirmou que terá apenas 13 episódios (a série teve quatro ciclos de 22 capítulos e caiu pra 20 neste ano).

Um ano depois, os fãs continuam sentindo falta de Cory Monteith. A morte do eterno capitão do time de futebol americano e principal vocalista do coral faz muita falta ao musical, que prepara dramaticamente seu apagar das luzes sem contar com a principal estrela.

TOP 5
Melhores performances de Cory Monteith na série

1. Can't Fight This Feeling (1ª Temporada)



2. Faithfully (1ª Temporada)



3. Losing My Religion (2ª Temporada)



4. Paradise For The Dashboard Light (3ª Temporada)



5. Don't Dream It's Over (4ª Temporada)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO