Torcedores da Fan Fest estiveram entre a decepção e a incredulidade com derrota do Brasil

Depois de goleada da Alemanha, ainda no primeiro tempo, festa sofreu debandada geral

por Carolina Braga Eduardo Tristão Girão 09/07/2014 09:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcos Michelin / EM / D. A Press
Diante do fracasso do Brasil, torcedora não esconde o choro; muita gente foi embora no fim do primeiro tempo (foto: Marcos Michelin / EM / D. A Press)
Sentada no meio-fio, na saída do Expominas, na Gameleira, a doméstica Ana Malta não tinha mais coragem para voltar. “Foi muito couro. Está doendo”, disse em referência aos velozes cinco primeiros gols marcados pela Alemanha no primeiro tempo. Antes do fim dos 45 minutos iniciais da partida, cerca de quatro mil torcedores que entraram na Fifa Fan Fest esperando festa resolveram procurar outro rumo.

Pelo menos 24 mil torcedores circularam pelo Expominas. Se no início da partida a lotação de 22 mil pessoas impedia que mais pessoas entrassem, foi só a Alemanha começar o show que a plateia minguou. Quando a dupla Humberto e Ronaldo subiu ao palco, por volta das 19h, restavam cerca de 16 mil, a grande maioria brasileira.

“Parece que eles entregaram o jogo”, comentou a assistente administrativo Aline Regina Deodoro. Ela e o companheiro Bruno Leonardo da Silva, técnico de informática, também saíram do Expominas bem antes do fim do jogo. “Eu sempre achei que a Alemanha ia ganhar. Tem mais time”, disse ele.

Vestindo a camisa da seleção colombiana graças a uma troca que fez com um torcedor daquele país, o carioca Francisco Ribeiro estava aliviado de, por fim, não ter conseguido ingresso para ir ao Mineirão. Ele veio para Belo Horizonte acompanhar um amigo alemão, este sim, no estádio vendo o passeio dos compatriotras. “A Seleção Brasileira de hoje já não é como as do passado. Tínhamos muitas estrelas e de uns tempos para cá parece que estão empurrando com a barriga”, opinou Francisco.

O consultor Walter Gonçalves aproveitou para rivalizar com a namorada, totalmente de verde e amarelo. Por cima da camisa da Seleção Brasileira ele vestia o uniforme branco dos alemães. Se tudo começou como uma homenagem à nacionalidade dos bisavós, virou torcida de verdade. “O futebol da Alemanha é muito mais bonito. Os caras jogam muito, mas confesso que esperava no máximo uns 3 a 1”. “Mesmo com esse resultado acho que a Copa já superou todas as expectativas. Também sabia que ia dar Alemanha e Holanda na final”, apostou Jennifer Policarpo.

COMEÇO ANIMADO

Os portões do Expominas foram pontualmente abertos às 11h, com a fila de torcedores quase dobrando o quarteirão para poder conferir a edição da Fifa Fan Fest que teve como atrações as duplas César Menotti & Fabiano e Humberto & Ronaldo, além do cantor João Kasak. A lotação máxima do espaço – 21 mil pessoas – foi atingida às 14h30.

Torcedores brasileiros eram maioria no local e entre os poucos estrangeiros estavam Andriy Samosian e dois amigos, todos eles ucranianos. Perambulando pela arena recém-aberta (mas já cheia), eles vieram conferir rapidamente o evento, pois estavam contando os minutos para seguir rumo ao Mineirão, onde tentariam comprar ingressos para o jogo do Brasil. “Estou sabendo que os ingressos estão muito caros. Pago até R$ 3 mil”, disse.

Igualmente animada era a turma de amigos que veio de Vitória, no Espírito Santo, para uma viagem bate e volta de ônibus. “Na nossa cidade é quase como se não tivesse Copa, parece outro país.Viemos para poder estar numa cidade-sede e sentir esse clima”, conta o servidor público Leonardo Casati, de 26, um dos seis do grupo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO