Causa da morte do ator Cory Monteith, da série musical 'Glee', do canal Fox, ainda é mistério

A autópsia será feita segunda-feira. Colegas de elenco lamentam a perda do amigo

por Estado de Minas 15/07/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
VALERIE MACON/AFP
Cory Monteith havia se internado, em abril, em clínica para tratamento de desintoxicação de drogas (foto: VALERIE MACON/AFP)
A divertida série musical 'Glee', do canal Fox (TV paga), teve no sábado seu capítulo mais trágico. Perdeu seu ator principal, o canadense Cory Monteith, que interpretava Finn Hudson, jogador de futebol americano que se transformava em cantor. Ele foi encontrado morto, em um hotel em Vancouver, Canadá. A causa da morte do ator, de 31 anos, ainda é desconhecida, mas o chefe da polícia encarregado da investigação, Doug LePard, afirmou que não há suspeitas de assassinato. Pouco depois do meio-dia (16h no horário de Brasília), a polícia recebeu telefonema do serviço de emergência sobre "uma morte repentina em um quarto" do hotel Fairmont Pacific Rim, no Centro de Vancouver. A polícia chegou poucos minutos depois, e a equipe de paramédicos constatou que o homem já estava morto. Questionado sobre se o óbito tinha relação com abuso de drogas, LePard recusou-se a comentar. A autópsia deve ser feita nesta segunda-feira.

Cory Monteith tinha um romance conturbado com a atriz Lea Michele, que fazia par romântico com ele em 'Glee' como Rachel Berry. Em abril, ele foi internado num centro de reabilitação para tratar dependência química, assumida em 2011, em entrevista à revista 'Parade'. Confessou ter começado a usar drogas aos 13 anos. Foi internado pela primeira vez aos 19, depois da intervenção da mãe e de amigos. O ator chegou a dizer que se considerava “sortudo” pelo fato de estar vivo. Monteith, que cresceu na cidade de Victoria, na Colúmbia Britânica, postou em sua conta no Twitter: “Sou alto, esquisito, canadense, ator, baterista, pessoa”. O ator começou a carreira em variados pequenos papéis. Entre 2006 e 2007, atuou na série de ficção científica 'Kyle XY', da rede ABC, e na série 'Kaya', da MTV americana. A fama só veio com 'Glee', ambientado na pequena cidade de Lima, no estado americano de Ohio. A série estreou em 2009.

Repercussão

A morte de Monteith causou comoção no meio artístico e começou a repercutir nas redes sociais na madrugada de domingo. Em comunicado na página de 'Glee', os produtores executivos da série postaram: “Estamos profundamente entristecidos pelas notícias trágicas. Cory era um talento excepcional e uma ainda mais excepcional pessoa. Era uma verdadeira alegria trabalhar com ele, e todos vamos sentir sua falta tremendamente. Nossos pensamentos e orações estão com sua família e com seus amados.”

Entre os colegas de elenco, os primeiros a postar mensagens foram Cheyenne Jackson (Dustin Goolsby), Kristin Chenoweth (April Rhodes) e o coreógrafo Adam Shankman. “Sempre terei você em meu coração. Obrigado por tantos dias maravilhosos. Amo você", postou Shankman, que disse, em entrevista à CNN, ter conversado com Monteith na manhã de sábado. “Ele foi a cola de 'Glee'. Sempre foi acolhedor, tanto com diretor convidado quanto com um novo integrante do elenco". Outro que tinha relação próxima com Monteith é Damian McGinty (Rory Flanagan na série): “O cara que estava lá na minha primeira cena. O melhor cara que conheci. Não posso acreditar". Dot-Marie Jones escreveu: “Não tenho palavras! Meu coração está partido". A atriz se referiu a Monteith como um "inferno de amigo" e um "homem incrível". Também do elenco de 'Glee', Kristin Chenoweth despediu-se do amigo: "Descanse em paz. Você sempre será amado. Sempre."

5ª temporada

Os realizadores já haviam anunciado mudanças no elenco principal da 5ª temporada de 'Glee', que vai ao ar nos Estados Unidos a partir de 19 de setembro. O site TV Line divulgou que os atores Heather Morris (Brittany), Mark Salling (Puck), Amber Riley (Mercedes) e Harry Shum Jr. (Mike) farão apenas aparições esporádicas na nova temporada. A justificativa para a mudança é que três desses personagens (Puck, Mercedes e Mike) já se formaram na 3ª temporada, enquanto Brittany finalizou a última temporada saindo para estudar no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts).

Eles haviam dito que essas não serão as únicas mudanças no elenco. A atriz Dianna Agron, que interpreta a personagem Quinn (e que já andava meio sumida), está correndo o risco de não voltar nem mesmo para pequenas aparições. Agora, com a morte de Cory Monteith, tudo leva a crer que as mudanças serão ainda maiores. A Fox. que já confirmou a série até a 6ª temporada, com pretensões de estendê-la por mais tempo, não se pronunciou sobre as novas mudanças diante da perda de Monteith, que, certamente, dada a proximidade da nova estreia, já havia gravado cenas da temporada com estreia marcada para setembro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO