Hugh Jackman admite que se irrita com boatos sobre ser gay

Intérprete de Wolverine afirma que se incomoda por causa da esposa

por Correio Braziliense 01/07/2013 18:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Larry Busacca/ Divulgação
(foto: Larry Busacca/ Divulgação)
Hugh Jackman está cansado de ser questionado sobre sua sexualidade, o que afeta também a sua mulher, Deborah-Lee Furness. Durante uma entrevista para a rede de TV norte-americana CBS, o ator afirmou: "Se eu fosse gay, eu seria, não tem problema. Não acho que seja a coisa mais interessante sobre uma pessoa, mas eu realmente me sinto frustrado por Deb, porque eu a vejo reclamando". O artista ainda observou ainda que fica lisonjeado sob certo aspecto. "Em algum nível, é um elogio, sabe. Os boatos só acontecem quando você chega a um certo ponto alto da sua carreira", acrescentou.


Hugh é casado com Deborah há 17 anos. O casal tem dois filhos adotivos, Oscar e Ava. O ator também falou sobre a constante batalha contra a agressividade. Hugh afirmou que interpretar Wolverine na franquia 'X-Men' foi uma forma de terapia para que ele canalizasse sua raiva.


"Nove das dez características de Wolverine eu não tenho, mas agressividade é algo que compartilhamos e que eu preciso exercitar de alguma forma. Quando eu era mais jovem, era muito explosivo. Eu descarregava um pouco quando jogava rugby. Não sou tão explosivo agora, mas ainda está aqui dentro. É nosso DNA...", afirmou para a revista Men’s Health.

 

Confira o trailer de 'Wolverine: Imortal':

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO