Chris Brown é acusado de colisão e fuga

Ex-namorado da Rihanna usou as redes sociais para se explicar

por AFP 26/06/2013 09:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Frederic J. Brown/AFP
Carreira de Brown tem sido conturbada (foto: Frederic J. Brown/AFP )
O cantor americano Chris Brown foi acusado de bater na traseira do carro de uma mulher em um acidente de trânsito ocorrido em maio e do qual teria fugido, informou a polícia local. Em sua conta no Twitter, Chris Brown disse que é inocente e que a suposta vítima está tentando se aproveitar da situação. O cantor continua em liberdade condicional pela agressão em 2009 a sua então namorada, a cantora Rihanna.

"Tenho uma carteira de motorista válida e dei à mulher a informação correta. Ela viu câmeras e queria fazer uma cena. Ela chamou a polícia, pensando em se aproveitar de Chris Brown quando segui os procedimentos adequados", escreveu. O porta-voz da Promotoria da cidade de Los Angeles, Frank Mateljan, disse que Brown foi acusado de colisão seguida de fuga e de dirigir sem uma carteira de motorista válida em 21 de maio, dia do acidente.

Segundo a imprensa americana, Brown bateu na traseira de um Mercedes com seu Range Rover, perto de Toluca Lake, ao norte de Los Angeles. Ele teria parado e fornecido seus dados. Já o portal de notícias de celebridades TMZ.com disse que o cantor deu informações falsas.

Depois de saber das acusações, Brown publicou vários tweets nesta terça. "Não é colisão e fuga, se uma pessoa sai do carro, troca informação (e não causa nenhum dano a nenhum dos carros). Isso é realmente ridículo", postou no Twitter.

"Eu trabalho pra cacete para dar de tudo para minha família. Cometi erros no passado e trabalhei duro para ser uma pessoa melhor", escreveu, acrescentando: "tenho de limpar meu nome".

Brown foi sentenciado a cinco anos de liberdade condicional, a cumprir um ano de um programa contra a violência doméstica e 180 dias de serviço comunitário, após agredir Rihanna na véspera dos prêmios Grammy 2009. Na época, apesar da maquiagem, uma foto do rosto da cantora provocou indignação generalizada.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO