Ligação de Paris Jackson ao serviço de emergência vaza na internet

Pedido de socorro relata que filha de Michael Jackson tomou 20 cápsulas de analgésico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 REUTERS/Jonathan Alcorn
Gravação ainda registra que a jovem teria cortado o braço com faca de cozinha (foto: REUTERS/Jonathan Alcorn)
A ligação que Paris Jackson fez ao serviço de emergência de Los Angeles (911) pode ter vazado na Internet. A equipe do site norte-americano TMZ afirma que teve acesso à ligação de emergência, originada pela polícia de Lost Hills, Califórnia, para o Corpo de Bombeiros de Los Angeles, informando que a filha de Michael Jackson, de 15 anos, teve uma overdose de medicamentos e "cortou o braço".


Na ligação, os policiais teriam dito ao departamento de bombeiros que uma mulher em Calabasas, Califórnia — onde Paris mora com sua responsável, a avó Katherine Jackson e os irmãos Prince, de 16 anos, e Blanket, de 11 — tomou "20 capsulas de Motrin [um tipo comum de ibuprofeno] e cortou seu braço com uma faca de cozinha". O atendente perguntou se ela estava "acordada e respirando", ao que a polícia prontamente respondeu: "Acho que sim. Está".

Paris foi levada às pressas para o hospital por volta das 2 da madrugada no dia 5 de junho, depois de supostamente ter cortado seus pulsos. Ela está sob cuidados médicos desde então e foi transferida para o Centro Médico UCLA depois de passar por uma sessão de mais de 72 horas de psiquiatria na semana passada.

Após o acidente, o juiz Mitchell Beckloff ordenou que seja feita uma investigação sobre o bem-estar da adolescente problemática, o que inclui uma avaliação do acordo de custódia entre Katherine, de 83 anos, e o primo de Paris, TJ Jackson, que compartilham a guarda dos três filhos de Michael.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO