Médico acusado de matar Michael Jackson envia mensagem a Paris

Conrad expressou seu apoio e lealdade a ela por meio de mensagem enviada da prisão

07/06/2013 19:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Agência ShowBiz
Doutor gravou a mensagem de dentro da cela onde está preso (foto: Agência ShowBiz)
Conrad Murray prestou seu apoio à Paris Jackson. O ex-médico enviou à filha do falecido Michael Jackson uma mensagem de áudio de sua cela nessa quinta-feira, 6, expressando sua preocupação e amor pela menina de 15 anos depois de sua suposta tentativa de suicídio um dia antes. O doutor está cumprindo pena por homicídio culposo de seu ex-paciente Michael em 2009. Segundo o jornal 'Daily Mirror', ele disse: "Paris, esta é uma mensagem para você, eu não sei pelo que você está passando, mas tenho certeza que deve ser difícil. Posso ver que você não está bem e não sei se há alguma coisa que eu possa fazer para acabar com sua dor ou te ajudar com seu problema. Mas quero que você saiba que estou aqui para o que precisar. Eu nunca fui embora. Estarei sempre disponível para te ouvir, responder perguntas ou compartilhar com você uma infinidade de belas histórias não contadas sobre seu pai, assim como pensamentos adoráveis que ele compartilhou comigo. Eu agora te deixo com as minhas lágrimas e nos braços amorosos de Deus, seu Pai e de Cristo. Conrad Murray. Eu te amo." Paris aparentemente gritou "Eu queria que meu pai estivesse aqui!" antes de supostamente cortar os pulsos e tomar uma overdose de pílulas após uma discussão com a família, na qual ela foi proibida de ir a um show do roqueiro Marilyn Manson. A adolescente problemática também pode ter ficado estressada por ter que depor para o julgamento do processo de 40 milhões de dólares que a família levantou contra a produtora AEG, a qual eles acusam pela morte do astro pop. Enquanto isso, o irmão mais velho de Paris visitou a irmã no hospital em uma tentativa de fazer as pazes. A dupla aparentemente brigou porque Paris se reaproximou da mãe biológica, Debbie Rowe. Uma fonte contou ao site 'RadarOnline': "Paris estava tentando forçar Prince a se encontrar com Debbie e eles acabaram se afastando. Enquanto Paris passava cada vez mais tempo com Debbie, Prince saia com a namorada. No entanto, tudo mudou depois da tentativa de suicido de Paris. Prince se emocionou, como sempre, e ligou para ela dizendo que a ama muito e prometendo que irá ajudá-la na sequência. Ele a visitou na quinta-feira."

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO