Bar na Savassi, Nimbos nasceu da relação de amizade entre os sócios

Lugar oferece hambúrgueres artesanais, porções, opções veganas e vegetarianas e drinques criados por um mixologista

por Pedro Galvão 02/06/2017 08:30

Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press
Clima aconchegante é um diferencial do Nimbos. (foto: Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

Reuniões entre amigos para jogar conversa fora enquanto degustam o petisco preparado por um deles, acompanhado por uma boa bebida. Assim Arthur Campos, Luiz Moreira e Henrique de Morais cultivaram a amizade que começou em 2008, quando ainda estavam na faculdade. E é isso que eles pretendem oferecer ao público no Nimbos Bar, na Savassi.

 

O gosto pela gastronomia começou quando a dupla passou um tempo a trabalho em um hotel-fazenda nos Estados Unidos. Os dois atuavam na cozinha e no atendimento aos clientes do bar e do restaurante. Acabaram tomando gosto pela coisa.

Na volta ao Brasil, Luiz resolveu se dedicar ao item mais tradicional da culinária norte-americana. ''Interessei-me muito pelo hambúrguer, continuei fazendo mais por paixão, para amigos. Como estava meio desanimado com a faculdade, resolvi montar uma hamburgueria itinerante com outro amigo, atendendo eventos particulares. Depois fui para o Food Lovers (no Sion, onde comercializava seus hambúrgueres uma vez por semana). Ali senti firmeza no negócio'', explica o cozinheiro. Ele acabou mudando de ponto e servindo sua iguaria no House of Foods.

 

A fim de manter um comércio fixo e diário, veio a ideia da sociedade com Arthur. ''Íamos montar uma hamburgueria, porque o forte do Luiz era o hambúrguer, apesar de ele fazer muito bem outros pratos. Pesquisando o mercado em BH e em São Paulo, percebemos que estava meio saturado de hamburguerias, então decidimos introduzir novos elementos'', explica Arthur, que se dedica mais à parte administrativa ao lado de Henrique.

 

O hambúrguer está presente em seis versões – duas delas veganas e uma vegetariana, preparadas com bife de lentilha em chapa diferenciada. ''Já fui vegetariano e tenho o maior cuidado possível'', garante o cozinheiro. Os sanduíches custam R$ 25. Os blends de carnes e os pães de fabricação artesanal, comprados de um fornecedor conhecido, garantem o diferencial.

 

LINGUIÇA

As alternativas ao hambúrguer são o pão com linguiça de copa lombo e o hot-dog com salsicha alemã e curry (R$ 22), além das porções de batata ou frango fritos e minissalsichas (de R$ 16 a R$ 22). ''Em nossos encontros de amigos, eu sempre fazia alguma comida, mas nunca era hambúrguer. Aí pensamos: se gostamos de outras coisas, vamos preparar os outros pratos que servia'', explica Luiz.

 

 

A variedade do Nimbos não está apenas na comida. A proposta inclui uma carta elaborada de drinques criada pelo mixologista Felipe Brasil. São pelo menos oito opções, dos tradicionais Jack & Coke, negroni e mojito a bebidas mais sofisticadas, como o passion vanilla (vodca de baunilha, suco de maracujá e ingrediente secreto) e o reishi (sakê, chá-verde, monin de lichia e grapefruit). O preço varia de R$ 18 a R$ 22. O cardápio também lista cervejas e não alcoólicos, como as lemonades com monin de morango, maçã verde ou lichia e o chá gelado da casa, gaseificado e adoçado com suco de maçã.

 

A relação fraterna é tão importante na proposta do bar que o próprio nome se inspirou nela. ''Pensamos em Nimbos por causa da cumulonimbus, que é a nuvem de chuva. Nossos encontros eram mais comuns em dias chuvosos'', explica Arthur. Luiz complementa: ''Nossos clientes são amigos nossos, amigos de amigos e pessoas que se tornarão amigas. O Nimbos é um grande ponto de encontro''.

 

Serviço

Nimbos Bar

Rua Alagoas, 608, Funcionários

Terça a quinta-feira, de 18h às 0h, sexta-feira e sábado de 18h a 1h.

Aceita cartões

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA