Sob a luz do luar, deguste uma alcatra com massa folhada com pitadas de romantismo

Nos dias frios de outono, uma receita de carne serenada publicada Guia Sabores de Minas para criar um clima romântico, ou mesmo, em família

por Estado de Minas 04/05/2017 10:10
Jair Amaral/EM
(foto: Jair Amaral/EM)
O Barreiro de Cima não é o sertão, mas prepara carne serenada que não fica devendo nada ao Norte de Minas e outras regiões famosas pelo produto. Que o diga o casal Adão e Cleusa Xavier, dono de técnica toda especial para deixar o miolo da alcatra ou pelota, a picanha e a maminha totalmente limpas, sem nervos e gordura. Com a faca na mão e um corte certeiro, Cleusa, mais conhecida como Cláudia, escolhe as peças, salga, trata como um bebê, antes de pendurá-las nas cordas do seu quintal. Como o próprio nome diz, a carne serenada só fica exposta à noite, bem protegida de insetos. Nesse processo noturno, ela ganha mais sabor e consistência, e vira matéria-prima perfeita para restaurantes, churrasqueiros, chefs e gourmets. "Quando o Sol se põe, nós penduramos as carnes e, bem cedo, antes de clarear, retiramos e voltamos com as peças para a geladeira. Esse sistema caseiro dura dois dias", conta Cláudia. Depois de pronta, a carne se torna um prato cheio para a chefe Célia Braga, expert em culinária. Com requinte, ela cria a alcatra com um divino molho de tamarindo e acompanhada de torta de cebola. Ótimo para qualquer hora, sob a luz do Sol ou da Lua. 

Como fazer Alcatra serenada e torta de cebola 


Ingredientes:
Para a carne
• 1 miolo de alcatra serenada, de aproximadamente 1,2 kg
• 200 g de manteiga
• Pimenta-do-reino a gosto
• Fio de azeite 

Para o molho
• 2 cebolas picadas
• 100 g de manteiga
• 200 ml de vinho branco
• 100 g de polpa de tamarindo
• 500 ml de caldo de carne ou 2 tabletes de caldo de carne 
• 100 g de açúcar mascavo
• Sal e pimenta-do-reino a gosto

Para a torta de cebola
• 200 g de manteiga
• 160 g de açúcar
• 5 cebolas brancas
• 5 cebolas roxas
• 1 molho de estragão
• 400 g de massa folhada
• 100 ml de conhaque
• Pimenta-do-reino a gosto
 

A torta


Forrar uma fôrma redonda, de 25cm de diâmetro, com papel-manteiga. Distribuir sobre o papel, em camadas, a metade da manteiga (100 g) cortada em pequenos cubos e a metade do açúcar. Por cima, algumas folhas de estragão fresco, as cebolas cortadas em fatias médias e dispostas em círculo, como pétalas. Cobrir com o restante dos cubos de manteiga e do açúcar. Temperar com pimenta-do-reino e regar com o conhaque. Levar ao forno a 140 graus e assar até que se forme um caramelo mole. Colocar a massa folhada por cima e levar ao forno novamente, assando até a massa dourar. Retirar do forno e virar a torta sobre um prato. Porção para seis pessoas.

A receita fornecida por Célia Braga, e Belo Horizonte foi originalmente publicada no Guia Sabores de Minas, em fevereirode 2006
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA