Deguste uma salada mineira que é uma aquarela de sabores

Na terra do genial Ary Barroso (1903-1968), autor de Aquarela do Brasil e de outras músicas cantadas mundo afora, culinária em Ubá também dá samba. E faz o maior sucesso

por Estado de Minas 18/04/2017 10:37
Beto Novaes/EM
O amarelo exalta o conterrâneo ilustre; a fruta, o solo fértil; e o tabule, as levas de imigrantes árabes (foto: Beto Novaes/EM)
Para manter o ritmo e não desafinar, vamos direto a outro ícone local, a manga-ubá que, de tão saborosa, foi batizada com o nome da cidade – ou será o contrário? – e figura em receitas doces e salgadas. Na Lanchonete e Restaurante Tia Fá, a proprietária, Fátima Vassalli, serve uma salada que homenageia a cidade e vem recheada de símbolos. Quer ver? O amarelo exalta o conterrâneo ilustre; a fruta, o solo fértil; e o tabule, as levas de imigrantes árabes e turcos e outros viajantes que chegaram à região, no século passado, para construir as suas vidas. Decoradora que trocou os projetos pela culinária, Fátima dá os últimos retoques em sua obra, sob os olhares dos três filhos, e lembra que aprendeu com a avó a pôr pouco sal na comida. “Sempre cozinhei em casa e optei pelos pratos mais naturais e de preparo simples.” Com um almoço desses, dá vontade de repetir e sair cantando pela rua: Brasil, meu Brasil brasileiro, vou cantar-te nos meus versos… 

Ingredientes:

• 500 g de trigo para quibe
• 4 copos de água
• 1 cebola cortada em cubinhos
• 4 tomates cortados em cubinhos, com pele e sementes
• 400 g de peito de frango, cozido e desfiado
• 200 g de cenoura (crua) ralada
• 4 dentes de alho
• 2 tabletes de caldo de galinha
• 12 azeitonas verdes
• 300 g de palmito, em rodelas
• 1 lata de milho verde
• 1 colher (chá) de manjericão desidratado
• 4 mangas-ubá ou uma manga grande cortadas em tiras
• 1 alface

Como fazer a salada de manga 


Pôr o trigo e a água na panela de pressão e deixar cozinhar em fogo médio. Assim que der pressão, desligar o fogo e deixar esfriar. Reservar. Em outra panela, refogar, com um pouco de água, sem óleo, a cebola, o alho, o peito de frango e os tabletes de caldo de galinha. Ainda com o fogão aceso, crescentar os tomates, a cenoura, as azeitonas, o milho, o tempero e o trigo cozido, misturar, deixando cozinhar por mais dez minutos . Para montar o prato, forrá-lo com as folhas de alface, pôr a salada no meio e, por cima, enfeitar com tiras de manga e rodelas de palmito. 

A receita fornecida por Fátima Vassalli, de Ubá foi publicada no Guia Sabores de Minas, em maio de 2006

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA