Morre Edmar Roque, proprietário da Cantina do Lucas e da Casa dos Contos

A família não divulgou a causa da morte. Empresário marcou a história do imaginário boêmio de Belo Horizonte

por Lilian Monteiro 07/01/2017 12:10
Cristina Horta/EM/D.A Press - 10/07/2009
(foto: Cristina Horta/EM/D.A Press - 10/07/2009 )

Belo Horizonte perde um dos empresários que comandava dois símbolos da gastronomia e da boemia da capital: Cantina do Lucas e Casa dos Contos. Antonio Edmar Roque morreu neste sábado aos 67 anos e será velado a partir das 18h na Funeral House, Bairro Funcionários, Região Centro-Sul. O sepultamento está marcado para este domingo às 10h no Cemitério Bosque da Esperança, no Bairro Jaqueline, Região Norte.

A viúva, Maria Xavier Cunha Roque, e as filhas Ana Luiza, Eliza e Maria Leonor pedem privacidade. Elas não quiseram dar nenhuma declaração, não revelaram a causa da morte, mas convidam os amigos para darem o adeus e prestarem as últimas homenagens.

Edmar Roque nasceu em Arcos, em 1949, e veio para Belo Horizonte estudar com 17 anos. Com muito esforço e trabalho, foi um empresário de sucesso, principalmente com a Cantina do Lucas e a Casa dos Contos. Ambos são parte fundamental na história do imaginário boêmio da cidade e da vida de muitas gerações. Os dois restaurantes são frequentados por intelectuais, artistas, escritores e jornalistas.

A Cantina do Lucas é ponto turístico de Belo Horizonte. A importância é tamanha que se tornou Patrimônio Histórico e Cultural da cidade, em 9 de dezembro de 1997. Além da rica culinária, a casa  tinha como estrela o sr. Olympio Peres Munhoz, garçom que ficou em atividade por mais tempo em todo o país. Ele faleceu em 2003, aos 84 anos, mas está imortalizado no Guiness Book.
A história da Cantina do Lucas, aliás, foi parar nas páginas do livro “Histórias da Rua da Bahia e da Cantina do Lucas”, de Brenda Silveira e Luiz Otávio Horta.

O primeiro nome da Cantina do Lucas, fundada em fevereiro de 1962, foi Chopplândia, um ano depois passou a se chamar Trattoria di Sartori. Em 3 de outubro de 1966, os filhos do maître Lucas, do famoso Grande Hotel (antes do Maleta), que ficava na Av. Paraobepa com Rua da Bahia (hoje Av. Augusto de Lima), assumiram a casa. Roberto e José Lucas deram o nome de Cantina do Lucas, que permanece até hoje. Edmar Roque passou a comandar o restaurante a partir de 1983, conforme informações do restaurante.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA