Intelligenza: nova cafeteria na Savassi vai além da apreciação do café

Proposta da cafeteria é ser referência para apreciar a bebida, mas também local de trabalho

por Eduardo Tristão Girão 15/09/2016 20:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Fotos: Jair Amaral/EM/D.A Press
Intelligenza, na Savassi, abriga ambiente convidativo e cardápio variado. (foto: Fotos: Jair Amaral/EM/D.A Press )

 

Para definir como seria seu café, o recém-inaugurado Intelligenza, na Savassi, Henrique Fiúza viajou para os Estados Unidos. Visitou casas como Blue Bottle e Intelligentsia (daí a inspiração para o nome da sua) e se deu conta de uma peculiaridade que não é tanto uma novidade, mas vale cada vez mais como regra: além de um lugar para apreciar a bebida, a cafeteria é vista por parte do público norte-americano como espécie de porto seguro em todo tipo de situação, seja uma reunião de trabalho, seja um mero momento de pausa.

 

''Há um sentimento de comunidade por lá, de as pessoas contarem com a cafeteria como um ponto de conveniência, para qualquer ação delas no dia a dia. Tanto que espalhamos tomadas pelo ambiente, temos wi-fi, mesas maiores e cadeiras confortáveis que permitem o cliente ficar horas aqui sentado'', diz Henrique. O imóvel, que já abrigou uma loja de roupas, está dividido em três níveis (no último, há espaço para eventos), com 40 lugares, pé-direito alto, paredes brancas e lâmpadas cujos fios se entrelaçam próximo ao teto.

 

 

Os grãos são predominantemente mineiros, do cerrado e Sul de Minas. A oferta de variedades muda constantemente e, no momento, o freguês encontra por lá o catuaí amarelo de Machado (Fazenda Recanto), por exemplo, entre as cinco disponíveis. A seleção é feita pela casa, em parceria com a Noete Café, clube de assinatura de café que ganhou loja há pouco, no Santo Antônio, e é responsável pela torra. A moagem é feita no Intelligenza e, em breve, será possível comprar qualquer um deles para levar.

 

Para consumo no local, é possível optar entre os principais métodos de extração: do espresso (R$ 5, 50ml) ao AeroPress (R$ 10, 200ml), passando pela prensa francesa (R$ 8, 300ml), clever (R$ 8, 200ml), V60 (R$ 8, 200ml) e Chemex (R$ 8, 200ml). A seção de bebidas tem pedidas quentes, frias e alcoólicas à base de café, como cappuccino com creme de avelã (R$ 12), cold brew (extraído a frio e servido gelado; R$ 10) e o Lulli’s (leite vaporizado com doce de leite, canela, espresso e espuma de leite), criado pela barista da casa, Louise Martins.

 

 

EM CASA

 

Sanduíches – com pães da Cum Panio e molhos da Chef n’Boss – compõem a parte principal do cardápio de comidas, incluindo pedidas como o buffalo soldier, que leva pão de abobrinha, pernil, muçarela de búfala, molho buffalo (feito com manteiga de garrafa e pimenta caiena) e salada (R$ 25). Há também salgados (em torno de R$ 6 cada), bolos (feitos na casa do proprietário; R$ 7, a fatia), sorvetes (de doce de leite, chocolate belga ou baunilha, da marca mineira Alento; R$ 6, a bola), brigadeiro (R$ 5), brownie (R$ 5) e broa de fubá (R$ 5).

 

Pequenas ofertas de cervejas long neck (R$ 8, em média, cada) sinalizam a intenção da casa em receber também quem procura o lugar para happy hour. As opções de acompanhamento para tal também são enxutas, resumidas a porções de salaminho (R$ 15), parmesão (R$ 15), queijo canastra (R$ 25) e amendoins saborizados (R$ 10), além dos sanduíches.

 

Intelligenza
Rua Paraíba, 966, Savassi. (31) 2555-1311. Aberto de segunda a sexta, das 9h às 20h.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA