Chef brasileiro vence Mundial de Sushi em Tóquio

Na disputa, 27 chefs de países como França, Brasil, Estados Unidos e Paquistão prepararam peixes e fizeram o tradicional sushi estilo 'Edo'

por Diário de Pernambuco 19/08/2016 16:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP KAZUHIRO NOGI
Chef Celso Amano se emocionou ao discursar na cerimônia de premiação após vitória em Tóquio (foto: AFP KAZUHIRO NOGI)
O chef brasileiro Celso Hideji Amano venceu nesta sexta-feira (19) o Mundial de Sushi em Tóquio, explodindo em lágrimas depois que suas habilidades com a faca e preparações artísticas de ovas de salmão, atum e camarão impressionaram os juízes japoneses.

Com a cozinha japonesa - reconhecida pela Unesco - vivenciando uma explosão de popularidade mundial, a competição - patrocinada pelo ministério da Agricultura do Japão - tem por objetivo melhorar os padrões do sushi no exterior.

Na disputa, 27 chefs de países como França, Brasil, Estados Unidos e Paquistão prepararam peixes e fizeram o tradicional sushi estilo "Edo", em rodadas bem cronometradas.

Suas técnicas foram acompanhadas de perto e avaliadas por um painel de mestres japoneses de sushi, com 20 chefs passando para a final no segundo dia, onde precisavam demonstrar seus próprios estilos originais de sushi.

"Eu me diverti", declarou o vencedor da competição, o brasileiro Celso Hideji Amano, de 38 anos, um brasileiro de ascendência japonesa que brilhou na rodada de preparação tradicional de sushi, sem conseguir segurar as lágrimas.

"Não é uma competição fácil", afirmou à AFP Usman Khan, um chef paquistanês de 32 anos que trabalha em uma filial da prestigiada rede de restaurantes Nobu na Cidade do Cabo.

"Você fica sob muita pressão", contou na quinta-feira, o primeiro dia da competição.

A competição anual foi realizada pela primeira vez em 2013 e Khan, que competiu duas vezes e conseguiu chegar à final neste ano, disse que foi um bom desafio.

"Não existe uma maneira melhor de testar seus limites do que competir com outros chefs da mesma profissão no Japão", afirmou.

Khan conheceu o sushi depois de se mudar do Kuwait para a África do Sul há 13 anos.

"Eu não podia acreditar que as pessoas poderiam comer peixe cru", disse. "Estava enojado inicialmente, mas fiquei intrigado", contou.

Aumento de popularidade
Em julho de 2015 havia 89.000 restaurantes japoneses fora do Japão, contra 55.000 registrados dois anos antes, de acordo com o ministério.

Mas muitos estabelecimentos fora do país servem sushi sem o conhecimento e as habilidades adequadas, disseram os organizadores da competição.

"Muitas pessoas estão aprendendo a partir da internet e de livros", disse o presidente do Mundial do Sushi, Masayoshi Kazato, que trabalhou como chef de sushi por mais de quatro décadas.

"A melhoria do nível da cozinha e da higiene através desta competição - é isso que estamos buscando", disse.

Um dos competidores, o chef francês Eric Ticana Sik, de 31 anos, disse que seu objetivo ao participar do evento era simplesmente aprender mais.

"Somos um dos países que mais come sushi no mundo, mas existe realmente uma falta de formação", afirmou. "Apenas os japoneses podem nos ensinar o básico", disse.

Sik, cuja assinatura no sushi reúne elementos do Japão e da França através da combinação de salmão e queijo brie, disse querer encontrar outros chefs do resto do mundo para "discutir e compartilhar" pontos de vista.

A origem do sushi remonta ao período Heian (794-1185), quando peixe salgado "funa" era fermentado junto com o arroz, de acordo com o ministério. O estilo atual foi desenvolvido no período Edo (1603-1867), quando o público começou a usar o vinagre misturado com arroz.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA