Confira dicas para não passar fome e aproveitar a intensa programação da Virada

Restaurantes e bares próximos aos palcos terão esquema especial para o evento

por Eduardo Tristão Girão 08/07/2016 13:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Não se preocupe: quando tudo parecer perdido, ainda restará o Zé Luiz.
O bar, escondido no Mercado Novo, é das raras opções de lugares para comer no Centro que estarão abertas durante o período “crítico” da Virada Cultural de Belo Horizonte.

 

Confira a programação completa da Virada

 

Na verdade, a casa funcionará em seu horário normal na madrugada de amanhã para domingo: das 3h às 8h, com feijão tropeiro a figurar como prato do dia (R$ 9, o pequeno), uma porção de frango frito famosa (R$ 6) e cervejas – não espere achar artesanais – a R$ 6 (garrafa de 600ml).

Alexandre Guzanshe/EM/DA Press
No Mercado Novo, o Bar Zé Luiz, dos irmãos Gilson e Luiz Pereira, abre das 3h às 8h e vai servir tropeiro durante a madrugada (foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press)

Ali, de frente para um balcão humilde e cercado por caixotes de verduras,  escolhe-se a carne que quiser (peixe, costelinha, linguiça, carne cozida e frango frito) e acrescenta-se pedaço extra por R$ 5. Os irmãos Gilson e Luiz Pereira chegam às 2h para iniciar eles mesmos o preparo da comida no bar que o pai deles abriu em 1985.


“Nosso fornecedor de linguiça é o mesmo há 30 anos e compramos aqui no mercado mesmo os legumes e verduras. Trabalhamos aqui e os verdureiros vêm comer com a gente. Então damos preferência a eles”, diz Gilson.

Auro Queiroz/Divulgação
O hambúrguer Charles é boa pedida do Duke%u2019n%u2019Duke, que vai estender horário até as 4h (foto: Auro Queiroz/Divulgação)

Já a hamburgueria Duke’n’Duke, junto à entrada do Edifício Maletta, na Avenida Augusto de Lima, terá seu horário de funcionamento esticado: fechará às 4h, em vez de 2h, recebendo pedidos até às 3h30, especialmente em razão da Virada.

As duas novidades do cardápio levam bacon produzido com exclusividade para a casa, sendo a primeira delas o hambúrguer Chubby (R$ 43,90), que leva picanha, queijo estepe, maionese de ervas, cebola roxa, alface e tiras de bacon com melado de especiarias, servido com batatas fritas.

A outra é um petisco imperdível para os “ogros” de plantão: um pedaço de 140g de bacon, cortado com um dedo de espessura e grelhado como um bife. Pincelado com o mesmo melado usado no sanduíche (à base de melado de cana, canela e outras especiarias), chega à mesa com um potinho de molho chimichurri (R$ 24,70).

Para beber, há 40 cervejas, incluindo os chopes Duke (pale ale feito pela Wäls, R$ 13,80), Melon Colie (IPA da Capa Preta, R$ 16,70) e Black Cab (stout da inglesa Fuller’s, R$ 26,90), todos de 340ml.

Bem perto dali, na descolada varanda do Maletta, o Dub é um dos bares de destaque e estará aberto até à 0h. O bartender Thiago Ceccotti é a estrela da casa e, entre suas criações, estão o os drinques colonial (cachaça, geleia de laranja, licor de jabuticaba e limonada gasosa; R$ 19) e vinho junino (vinho tinto merlot, especiarias, laranja, gengibre, rum e suco de cranberry, R$ 19).

Os hambúrgueres do local também são famosos, como o de carne suína com queijo minas e rúcula, guarnecido com chips de batata doce e creme azedo (R$ 23).

COM VISTA
Quem estiver na Praça da Estação ou no Viaduto Santa Tereza tem na Rua Sapucaí – que oferece bela vista do Centro – opções interessantes de bares e restaurantes.

O mais novo deles é o Gruê, que funcionará das 11h30 à 1h no sábado e das 11h30 às 17h no domingo. “Sempre que tem evento na Praça da Estação, o público é mais no perfil da casa. Abertura do FIT, por exemplo, foi muito bom”, comenta Laura Lopes, uma das proprietárias.

Para petiscar, lombinho ao molho de chocolate (R$ 36) e para beber, o drinque Sapucaí (rum, refrigerante de gengibre, suco de laranja e xarope de melão com gelo, R$ 18).



ONDE IR

Duke’n’Duke
Avenida Augusto de Lima, 245, Centro. (31) 3567-7570. Aberto amanhã, das 12h às 4h, e domingo, das 12h à 0h.

 

Dub
Rua da Bahia, 1.148, varanda do Edifício Maletta, Centro. (31) 3234-2405.
Aberto amanhã, das 18h à 0h.

 

Gruê
Rua Sapucaí, 265, Floresta. (31) 3656-3654. Amanhã, das 11h30 à 1h, e domingo, das 11h30 às 17h.

 

Zé Luiz
Avenida Olegário Maciel, 742, Centro. (31) 3271-9078. Aberto na madrugada de amanhã para domingo, das 3h às 8h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA