Saboroso bolo cria clima natalino para toda a família

Aprenda receita de Bolinho de chocolate com chocolate salé e especiarias

por Dilu Bartolomeo Vilela 21/12/2014 16:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Dilu Bartolomeo Vilela/Divulgação
(foto: Dilu Bartolomeo Vilela/Divulgação)
Próspero ano novo! Feliz Natal! Boas-festas! Pensando no que escrever para desejar-lhes essas coisas, que todos desejamos uns aos outros no final de cada ano, me pego reavaliando sentimentos e me deparo com uma forte sensação de “saudade”. Saudade? Ué, de quê? De algumas coisas que minha cabeça andou “escrevendo” nesses últimos 357 dias.

Puxa! A saudade vem mansinha, buscando algo interessante que eu tenha escrito desde que comecei essa trajetória biruta de “cronista” (que não sou) ou de blogueira (que sou). Portanto, caros leitores, me dou o direito de me plagiar, catando em mim mesma algo que já germinou, mas não desabrochou plenamente, já que ficou guardado “num canto qualquer” querendo crescer e reaparecer.

Para colocar ordem nessa “busca”, e harmonizá-la com este texto, preciso conseguir fazer o oposto do que me é habitual, pois sempre crio uma receita e, a partir dela, escrevo meu texto. Hoje não! Hoje desejo rever, repensar, relembrar... e, depois, permitir que uma receita flua livremente, pois quero que ela se manifeste por meio de palavras escritas, e hoje reescritas.

Pesquiso, pesquiso, e encontro algo que já publiquei e quero partilhar, pois tem tudo a ver com este caderno gastronômico e com o Natal. Vamos lá: cozinhar é química - em todos os sentidos! Pensando nisso, pergunto: quem garante que química acontece só nos laboratórios? Se me permitem, eu mesma respondo: é na cozinha que se encontra o grande laboratório de nossas vidas. É de lá que saem nossas maiores “experiências”. É lá que ocorrem grandes reações (só químicas?), isso se, de todos os deleites da vida, alimentar é o que nos faz mais felizes - principalmente se o alimento for o alento da alma.

É na cozinha que sucedem encontros e reencontros, isso se você concorda que se entregar às equações (do amor) é a forma mais saborosa de viver. Quem tem “ciência” do que estou dizendo sabe o real sentido do Natal, esse que é indispensável para uma relação fraterna, intensa, festiva e amorosa, cheia de química. Na sua chegada ao laboratório… ops… à manjedoura, o Menino Jesus trouxe consigo o sopro de um Pai capaz de criar laços de união em cada um de nós. Jesus trouxe a esperança!

Putz... no final das contas, o que pretendo mesmo, além da receita, pois o Degusta demanda a química comestível, é sugerir que todos nos rendamos ao Natal e vejamos nele um bom momento para esse tipo de avaliação: no que temos pensado, desejado, buscado ou criado? Valeu a pena o ano que está por findar? Propagamos atos de bondade com o próximo e a todos por igual?

Preciso reler tudo isso para fechar o texto e encaminhar para o jornal. Neste momento me dou conta de que todos os parágrafos começam com a letra P, P de Papai Noel. Imediatamente, a saudade inicial (lembra como comecei o texto?) vai embora deixando lugar para uma frase de Érico Veríssimo: “Dia virá em que nalguma volta de teu caminho hás de encontrar Deus”. Em nome desta frase, faço uma oração silenciosa e, de antemão, comemoro a data, criando um bolo num formato bem natalino, ou melhor, instigando um símbolo que o bom velhinho representa: a árvore de Natal. Uma “estrela” é colocada no seu topo para simular a luz que vem de Jesus. Que a química do Natal nos leve a celebrar o nascimento do Menino Jesus. Que venha o Natal!

Bolinho de chocolate com chocolate salé e especiarias

Ingredientes


4 ovos, 250g de açúcar, 1 colher de chá de gengibre fresco ralado, 1 colher de sopa de especiarias socadas no pilão (1 anis estrelado, 4 cardamomos, 2 cravos, canela e noz-moscada a gosto), 50g de manteiga, 100ml de leite morno, suco de uma laranja pera-rio, 2 colheres de sopa de mel, 150g de farinha, 110g de chocolate em pó, 1 e 1/2 colher de chá de fermento em pó, 1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio, 1 maçã picada em cubinhos com a casca, 100g de frutas cristalizadas, raspa da casca de uma laranja, ganache de chocolate (500grde chocolate meio amargo dissolvido em 300g de creme de leite fresco e quente), flor de sal de ouro para polvilhar (ou flor de sal comum).

Modo de fazer

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Bata no liquidificador os ovos, o açúcar, gengibre e as especiarias. Em seguida, adicione a manteiga, o leite, o suco de laranja e o mel. Adicione a farinha, chocolate, fermento, bicarbonato e bata um pouco mais. Misture a maçã, as frutas cristalizadas e as raspinhas da laranja. Coloque a massa em forminhas de diferentes tamanhos de alumínio. Leve ao forno por cerca de 30 minutos. Retire do forno, deixe esfriar, desenforme, recheie com doce de leite, enfeite com ganache de chocolate e polvilhe com flor de sal de ouro. E tenha um feliz Natal!

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA