Pátio Bäcker oferece um tour pelo mundo da cerveja

Espaço, no bairro Olhos d'Água, foi remodelado de olho no turismo cervejeiro

por Eduardo Tristão Girão 14/11/2014 09:34

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Daniel Mansur/Studio Pixel/divulgação
Paredes de barris decoram o restaurante com capacidade para 240 pessoas, que oferece pratos e petiscos especiais (foto: Daniel Mansur/Studio Pixel/divulgação)
Para quem está acostumado a passar direto pela BR-356, no Belvedere, é um choque virar à direita no Bairro Olhos d’Água, dominado pelo clima industrial de galpões e máquinas, e encontrar a charmosa entrada da Cervejaria Bäcker. O local acaba de passar por grande refomulação. Agora batizado de Pátio Cervejeiro, abriga não apenas a fábrica, mas o aparato completo para turismo cervejeiro, com restaurante e, a partir do mês que vem, visitação guiada, loja de souvenir e espaço para eventos e cursos.


“Essa é a realização de um sonho de muito tempo. Colocamos aqui todo o aprendizado ao longo da nossa vida cervejeira. Visitamos vários locais que oferecem visitação à fábrica e não só cervejarias. Queremos que o cliente fique cada vez mais perto da marca e dentro da nossa casa. Nossa intenção é que esse projeto vire referência para o Brasil e para o mundo”, afirma Paula Lebbos, diretora de marketing da Bäcker.

Outras cervejarias de BH e arredores recebem pessoas para visitação e degustação, a exemplo da Wäls (no Bairro São Francisco) e da Krug Bier (no Jardim Canadá, em Nova Lima). O projeto da Bäcker é dos mais estruturados, a começar pelo restaurante, que tem capacidade para 240 pessoas, incluindo salão interno e varanda, com projeto da arquiteta Beth Nejm. Chamam a atenção as dezenas de barris de chope pintados de laranja e vermelho.

O cardápio foi elaborado em parceria com o chef Júnior Vaz, que trabalhou com o uruguaio Jorge Rattner em BH (Splendido, A Favorita e La Victoria) e com o italiano Luciano Boseggia, em São Paulo (Cardinale e Fasano), entre outras experiências. As pedidas, claro, foram pensadas para harmonizar com as cervejas da casa e várias levam a bebida como ingrediente – há um único pão feito no local, a partir de farinha de trigo e mosto (o malte de cevada cozido que resta da produção da cerveja).

MOLHO Com a cerveja pilsen extraída dos tanques logo ao lado, o chef prepara molho que é servido com espetos. É o caso do de shoulder steak (corte do centro da paleta do gado angus), que chega à mesa com batatas fritas e legumes (R$ 59). Entre os petiscos, há costelinha ao molho barbecue de jabuticaba com batatas fritas (R$ 56); linguiça defumada cozida em cerveja pale ale com duo de mostardas (R$ 39); e maçã de peito cozida na cerveja escura com cesta de pães (R$ 40). O cliente pode optar por hambúrguer, pratos e sobremesas. De segunda a sexta-feira, serve-se almoço executivo a partir de R$ 19,90 (prato individual).

Acanhada, de certa forma, a seção de cervejas do cardápio se limita a listar todos os rótulos produzidos na fábrica, sem fornecer informações como estilo, notas de prova e possibilidades de harmonização. Os chopes (nove tipos) custam a partir de R$ 7 (pilsen, 300ml), mas nem sempre todos estão disponíveis simultaneamente. Em garrafa, as cervejas custam entre R$ 9 (pilsen long neck) e R$ 15 (a blond ale estilo belga Medieval). A linha Três Lobos também está disponível (R$ 10, cada long neck).

Com início previsto para 13 de dezembro, as visitas guiadas à fábrica serão realizadas aos sábados, entre 10h e 14h, com grupos de 10 pessoas, duração de 40 minutos e custo de R$ 40. Acompanhados por Paula Lebbos ou pelo mestre cervejeiro Ricardo Canabrava, os interessados circularão pelo interior da Bäcker, conhecerão detalhes da produção e provarão cervejas diretamente dos tanques. Ao final, está incluída degustação de três chopes e duas cervejas em garrafa.

PÁTIO CERVEJEIRO BÄCKER
Rua Santa Rita, 220, Bairro Olhos d’Água, (31) 3288-3068. Aberto segunda e terça, das 11h30 às 15h; quarta a sábado, das 11h30 à 0h; domingo, das 11h30 às 17h.

 

Leia mais no Blog do Girão.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA