Alma Chef chega ao Lourdes buscando fugir do lugar comum

Fruto do trabalho dos chefs Felipe Rameh e Thiago Guerra, casa nasceu no prédio da antiga locadora VideoMania

11/07/2014 08:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Andre Hauck/Esp.EM. Brasil
Felipe Rameh e Thiago Guerra comandam o mais novo restaurante da Rua Curitiba, em Lourdes (foto: Andre Hauck/Esp.EM. Brasil)
Já são cinco anos em Belo Horizonte. Dois à frente da cozinha d’O Dádiva, três no Trindade (onde continua como sócio) e muita vontade de fazer diferente na cidade. Durante as incontáveis noites que recebeu alunos para cursos de gastronomia em seu próprio loft (eram 15 por vez), o chef Felipe Rameh, de 32 anos, teve a ideia. Depois das aulas-degustação sempre lhe pediam dicas dos fornecedores: fosse do vinho, do bacalhau ou até de um utensílio. Por que não reunir tudo isso num só local? Dois anos e meio mais tarde nasce o Alma Chef, que traz o hoje crescido Sansão – que os amantes da gastronomia conheceram, uma década atrás, como o ajudante de Alex Atala em seu programa de TV – como sócio ao lado de Thiago Guerra.

A casa na Rua Curitiba, que por décadas serviu como referência para os amantes do cinema (a extinta VideoMania, que ajudou na formação vários de cinéfilos), agora se dedica à gastronomia. “Eu e o Thiago estávamos com o projeto até que apareceu essa casa incrível. Fechamos o negócio, mesmo ela sendo muito maior do que imaginava”, comenta hoje Rameh, em meio à agitação de um empreendimento inédito em BH e que está funcionando há pouco menos de um mês. Fazer (mais) um restaurante em Lourdes estava longe dos planos de dupla. Tanto que o Alma Chef se multiplica em escola de gastronomia, empório, espaço para eventos corporativos e restaurante, claro. Mas até este último busca fugir do lugar comum.

Começando por ele, são quatro propostas para clientes, gostos e bolsos distintos. “O conceito é cosmopolista, em sintonia com a escola, tanto que oferecemos cozinha do mundo inteiro”, diz Rameh. Durante os dias úteis, ele serve almoços no esquema de bufê (R$ 34,90 por pessoa). É uma comida leve e fresca, que muda a cada dia: cinco opções de saladas, cinco de guarnições e três de carnes, e quem serve são os chefs.

Durante a noite, a oferta é outra: serviço a la carte, com sempre uma opção de carne, outra de peixe, duas de massas (uma vegetariana) e um corte de carne diferenciado. Só que a cada três semanas o cardápio é totalmente modificado. O de estreia, que ficará disponível por somente uma semana, traz, por exemplo, risoto de cogumelos frescos e scarmoza (R$ 51), confit de pato com ameixa grelhada e arroz proibido (R$ 61) e badejo com pupunha, legumes orgânicos e bérnaise (R$ 74).

Aos sábados e domingos, durante o almoço, é servida a chamada cozinha de jardim: paella ou cinco cortes de carne (preço variando de R$ 50 a R$ 60) que vêm acompanhados de cinco a seis guarnições volantes – a exemplo do que Claude Troisgros implementou no carioca CT Boucherie. Por fim, há a menina dos olhos de Rameh: a partir de agosto, sempre às sextas-feiras e sábados, ele vai oferecer jantares com menus degustação de oito pratos para até 24 pessoas. “Será tudo feito ao vivo, na frente do cliente. Essa vai ser uma experiência mais gastronômica”, diz ele.

As degustações serão promovidas no que ele chama de cook show 1, uma das duas cozinhas montadas na parte superior da casa, onde também funciona o empório – com uma parte envidraçada, a cozinha do restaurante, que fica no andar de baixo, também pode ser vista pelo frequentador. A ideia é que a escola de gastronomia funcione com vários estilos de cursos. Os 70 antigos alunos de Rameh já estão tendo suas aulas-jantares. Aulas experimentais para novos interessados também estão ocorrendo.

Com a proposta de unir forças, o empório do Alma Chef, já em funcionamento, foi criado com a parceria de outras empresas: produtos de importação do Verdemar, orgânicos de Ilma Corrêa, pães da Cum Panio, carnes da Beef Passion e cordeiro da Quirós Gourmet. Há ainda um corner da Nespresso para eventos especiais e produtos do próprio Alma Chef. Como isso é apenas o começo, Rameh conta que está em desenvolvimento uma linha home, com panelas e outros utensílios personalizados.

INSCRIÇÕES
Os cursos do Alma Chef não serão dados unicamente por Felipe Rameh, pois sua equipe de chefs também vai participar. Haverá tanto turmas fixas quanto aquelas para um curso específico. Haverá ainda, uma vez por mês, aulas com nomes como Alex Atala e Helena Rizzo. Os interessados devem primeiramente se cadastrar no próprio local ou no site experimenteparasaber.com.br. Até agora, com menos de um mês de abertura, 800 pessoas já se inscreveram.

ALMA CHEF
Rua Curitiba, 2.081, Lourdes,
(31) 2551-5950. Funcionamento: chef service de terça a sexta-feira, das 12h às 14h30; Cozinha de mercado de terça a quinta-feira, das 19h à meia-noite; sextas e sábados, das 19h a 1h; Cozinha de jardim aos sábados e domingos, das 12h às 17h; Menu degustação (a partir de agosto) às sextas e sábados, das 20h30 à meia-noite; Empório de segunda a sábado, a partir das 8h, e domingos, das 12h às 18h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA