Chef paraense Thiago Castanho lança livro de receitas em BH

'Cozinha de origem' se mantém fiel aos sabores e temperos típicos do Pará

por Eduardo Tristão Girão 14/05/2014 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rogério Voltan/Divulgação
O chef Thiago Castanho lança livro esta noite, na Mineiriana, e cozinha para os mineiros, amanhã, no restaurante Trindade (foto: Rogério Voltan/Divulgação )
O chef paraense Thiago Castanho comanda com a família dois dos mais interessantes restaurantes de Belém, o Remanso do Peixe e o Remanso do Bosque. No primeiro, prepara receitas ligadas à tradição gastronômica do estado, deixando o segundo como “laboratório” para experiências com os ingredientes locais, como farinhas, cacau e ostras de rio. O público belo-horizontino poderá conhecer melhor o trabalho dele hoje, com o lançamento de seu primeiro livro, na Mineiriana, e amanhã, quando vai cozinhar no restaurante Trindade.

Leia entrevista com Luciana Bianchi, coautora do livro 'Cozinha de origem', no Blog do Girão


Com edições em português e inglês, o livro 'Cozinha de origem' (Publifolha, 256 páginas, R$ 59,90) foi escrito pelo chef em parceria com a jornalista Luciana Bianchi. A maioria das cerca de 100 receitas é baseada em ingredientes e preparos paraenses, várias delas presentes nos cardápios dos dois restaurantes, a exemplo do pirarucu defumado com leite de coco e ameixa e do tucunaré recheado com caranguejo e camarão. Mas como o objetivo não é restringir o foco ao estado, mas apresentar uma perspectiva diferente da cozinha brasileira, chefs de outras regiões marcam presença com diferentes pratos.

Colaboram com algumas receitas os chefs Felipe Rameh (MG), Janaina e Jefferson Rueda (SP), Rodrigo Oliveira (SP), Roberta Sudbrack (RJ), Marcelo Amaral (PR) e Júnior Durski (PR), além do irmão de Castanho, Felipe, e do pai deles, Seu Chicão, fundador do Remanso do Peixe. Por esse motivo, o leitor também aprende como fazer feijoada, coxinha de galinha caipira, arroz de carreteiro, bolo de mandioca com coco (ensinada pela mãe de Thiago) e uma versão um pouco diferente de pão de queijo.

Projeção “São receitas simples, que as pessoas podem fazer em casa e substituindo por outros ingredientes, se preciso”, avisa Thiago Castanho. “Aliás, o livro já está sendo vendido em mais de 10 países. Não é um livro de chef, mas uma obra para contar a nossa história, que é familiar. Não imaginávamos que os restaurantes seriam o que são hoje, com prêmios internacionais e movimento aumentando, incluindo muitos turistas. Não almejávamos isso, simplesmente aconteceu.”

Ainda de acordo com Castanho, tudo começou com uma pizzaria que o pai montou em casa: os dois irmãos eram os responsáveis por entregar os pedidos. Hoje, os Castanho são referência nacional em cozinha paraense e começam a ganhar projeção internacional. Parte desse reconhecimento deve-se ao trabalho consistente que realizam com os ingredientes amazônicos, incluindo pequenos produtores – chocolate da Ilha do Combu, ostras de São Caetano de Odivelas, farinha de Bragança, queijo do Marajó etc.

Cozinha de origem
Lançamento do livro de Thiago Castanho e Luciana Bianchi. Hoje, das 19h às 21h, na livraria Mineiriana (Rua Paraíba, 1.419, Savassi). Informações: (31) 3223-8092. O jantar (R$ 270 por pessoa, incluindo bebidas) será preparado por Thiago e Felipe Rameh amanhã, às 20h30, no restaurante Trindade (Rua Alvarenga Peixoto, 388, Lourdes). Reservas: (31) 2512-4479.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA