Programa Gastronomia do Morro valoriza os cozinheiros de vilas de Belo Horizonte

Cinco moradores do Aglomerado Santa Lúcia participam de intercâmbio com chefs de restaurantes estrelados da capital

28/10/2013 14:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A cozinheira Wanusa Aparecida da Silva buscou no quintal os ingredientes para preparar a salada de umbigo de banana com assa-peixe degustada por chefs estrelados de Belo Horizonte dentro da programação do projeto Gastronomia no Morro, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Turismo em parceria com o Museu de Quilombos e Favelas Urbanos (Muquifu).

Wanusa, que foi uma dos cinco cozinheiros do Aglomerado Santa Lúcia selecionados para estagiar em restaurantes de renome da capital, ficou responsável pela entrada no almoço-degustação. “Eles foram escolhidos entre os que se candidataram e puderam estagiar nos principais restaurantes com chefs renomados da cidade. Tenho certeza de que aprenderam, mas também ensinaram muito a cada um desses chefs, porque cada um deles tem uma história de vida marcante, tesm uma dedicação, uma vitória no seu percurso”, afirmou o secretário de Turismo, Agostinho Patrus Filho.


No primeiro encontro ocorrido na Paróquia Nossa Senhora do Morro, no aglomerado, foi servido almoço degustação preparado pelas pelos chefs Fred Gonçalves, Maria de Fátima da Silva Colares, Maria da Consolação de Souza, Vander Álvaro Cordeiro, o Deco, e Wanusa Aparecida da Silva. O almoço seguiu o serviço que se faz nos restaurantes renomados, com entrada, pratos principais e sobremesas. “Os chefs que estão escondidos no Aglomerado Santa Lúcia vão fazer muito sucesso quando as pessoas, conhecerem”, pontuou o secretário. O segundo encontro entre os chefs e os cozinheiros será realizado dia 2, no Restaurante Vecchio Sogno. O secretário irá anunciar ações para valorizar a gastronomia nas vilas e favelas da capital, entre as quais cursos de qualificação e para a gestão dos negócios por meio de parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).


Os saberes do morro serão reinterpretados pelos chefs Ivo Faria, do Vecchio Sogno; Leandro Pimenta, do The Lab; Frederico Trindade e Felipe Rameh, do Trindade; Henrique Gilberto, do Belo Comidaria; e Paula Cardoso, do Haus Munchen. “A comida simples agrada a todos: aqueles que moram aqui, os que vivem no nosso estado, que se identificam com nossa cultura, e também aqueles que vêm de fora. Quando valorizamos o que vem de nosso quintal, o que é nosso, sem dúvida nos tornamos mais universais.”


Nascida no interior de Minas, Wanusa foi morar no aglomerado quando veio para a capital. Apesar dos desafios diários, ela se tornou voluntária na Igreja Nossa Senhora do Carmo, onde trabalhou com projetos de combate à desnutrição infantil. Lá aprendeu a fazer receitas e aproveitar alimentos, mesmo aqueles tidos como menos nobres. Curiosa, ela gosta de pesquisar novos ingredientes e combiná-los de maneiras inesperadas, como é o caso da salada de serralha, umbigo de banana e ora-pro-nóbis.


O secretário destacou que, por ser inclusiva, a gastronomia gera desenvolvimento pessoal e oportunidade de emprego para as pessoas. “Temos chefs de qualidade no Aglomerado Santa Lúcia. Uma gastronomia de qualidade, que é importante que todos conheçam.”

 

Salada de umbigo de banana com assa-peixe

Assa-peixe

Ingredientes


2 ovos

20 folhas de assa-peixe,

2 colheres de fubá

1 pitada de sal

Modo de fazer

Bater gema e clara dos ovos para passar as folhas de assa-peixe. Na sequência, empanar com o fubá e fritar.

Salada de umbigo de banana

Ingredientes


1 umbigo de banana
5 folhas de serralha

5 folhas de ora-pro-nóbis

2 cebolas,
2 pimentões

2 dentes  de alho

90ml de azeite para preparar o molho


Modo de fazer


Cortar o umbigo de banana em tiras finas. Assim que a água começar a ferver, retirar as tiras e lavar. Repetir o procedimento por três vezes. Cortar em pedaços pequenos as folhas de ora-pro-nóbis e serralha. Para preparar o molho, bater no
liquidificador 2 cebolas, 2 pimentões e 2 dentes de alho e o azeite. Montagem: misturar o umbigo de banana às folhas e colocar o molho a gosto. Servir com as folhas de assa-peixe empanadas e fritas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA