Automóvel Clube completa 88 anos, mas mantém no cardápio receitas que há décadas conquistam clientes

Há pelo menos seis décadas o talharim à parisiense é o prato campeão de pedidos do restaurante. Sede passa por processo de revitalização

20/10/2013 10:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leandro Couri/EM/D.A Press
Como o nome indica o, o talharim à parisiense é preparado à francesa (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Há pelo menos seis décadas o talharim à parisiense é o prato campeão de pedidos do restaurante do Automóvel Clube, um dos espaços mais nobres de Belo Horizonte. O clube passa por processo de revitalização que inclui a criação de espaço gourmet, Museu do Automóvel, Museu da Sociedade, jardins suspensos no terraço e ampliação do salão para 900 pessoas. Em meio às mudanças, o que se mantém é o cardápio, que segue tradicional. “Muitos restaurantes, na tentativa de modernizar, se esquecem do clássico. O segredo é não mudar o que foi uma conquista”, afirma o chef executivo Nélio Eustáquio.

Como o nome indica o, o talharim à parisiense é preparado à francesa. A massa recebe molho bechamel, creme de leite fresco, presunto, ervilha, frango desfiado e queijo parmesão gratinado. Outro sucesso é o fettuccine Alfredo, cujo molho é feito também com bechamel, creme de leite fresco, presunto, champinhom, cebola e vodca. “São pratos bem clássicos e muito apreciados.” As massas foram introduzidas por Perotti, maître da boate Príncipe de Gales. Em 1954, ele foi convidado para conduzir o restaurante pelo então presidente Fernando Mello Vianna. Perotti foi responsável por revolucionar o cardápio, uma vez que o macarrão não era visto como prato sofisticado e era pouco comum encontrá-lo nos restaurantes mais sofisticados da época. Também introduziu pratos como filé Diana, peru à Califórnia, filé a Rossini, coquetel de camarão, entre outros.

Nélio lembra que os pratos clássicos são mantidos no cardápio, embora novidades tenham sido incorporadas. “Acrescentamos, mas não retiramos os tradicionais”, afirma o chef, que está há 13 anos no Automóvel Clube. Nesse tempo, foi de auxiliar de cozinha ao cargo máximo do restaurante, chef executivo.

Com a revitalização, os sócios ganharão espaço gourmet, onde também serão oferecidos cursos de culinária. “A cereja do bolo será a cobertura. Iremos retirar o telhado para a construção de um jardim suspenso, que será espaço para, no fim de tarde, o sócio se sentar e tomar uma bebida”, afirma o gerente executivo, Hamilton Guimarães Bernardes. Segundo ele, a revitalização é uma das metas do atual presidente, Paulo Henrique Vasconcelos.

O restaurante funciona de segunda a sábado, das 12h às 15h, para almoço; e, para o jantar, das 19h até a saída do último cliente. Em 1988, o espaço foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha), e pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte, em 1994. Destinado ao desenvolvimento do automobilismo no estado, o clube completa 88 anos de fundação em dezembro. Com o tempo, tornou-se um dos principais clubes da capital mineira.

Aprenda a receita:


Talharim à parisiense

Molho bechamel

1 litro de leite integral
50g de manteiga
50g de farinha de trigo
1 colher sobremesa de noz-moscada
1 colher de sobremesa de pimenta-do-reino em grão
6 folhas de louro
2 cebolas

Modo de fazer

Em uma panela, coloque para ferver o leite com a cebola (picada), as folhas de louro, a noz-moscada e a pimenta-do -reino. Deixe ferver, depois coe e reserve. Em outra panela, derreta a manteiga, coloque a farinha e misture com o batedor de arame ou colher (com a colher é mais difícil). Vá acrescentando o leite aos pouco para não embolar até ficar homogêneo. Tempere a gosto. Esse molho serve de base para quase todos os molhos de massa, carnes e peixe. Você pode incrementá-lo. Basta acrescentar o que tiver vontade, como mostarda, queijos, entre outros.

Talharim

Ingredientes

120g de talharim cozido
50ml de molho bechamel
50ml de creme de leite fresco
2 colheres de sopa de ervilha fresca
50g de frango cozido desfiado
50g de presunto picado (juliene)
50g de parmesão ralado para gratinar.

Modo de fazer

Em uma panela, coloque um pouco de manteiga, frite um pouco de cebola ralada, acrescente o frango, o presunto e a ervilha. Coloque o molho bechamel e o creme de leite. Quando levantar fervura, acrescente a massa cozida. Monte no prato ou na travessa e coloque para gratinar. Serve duas pessoas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA