Festival de Tiradentes encontra a medida certa entre a sofisticação dos festins e a alegria das ruas

Evento termina no próximo domingo, mas a expectativa é de que a cidade continue com a oferta de boas programações gastronômicas

por Eduardo Tristão Girão 30/08/2013 09:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leandro Couri/EM/D.A Press
Largos e praças da cidade se transformam em ambientes ideais para uma boa conversa com direito a bebidas e comidinhas (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Fazia tempo que o Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes não realizava na cidade histórica mineira uma edição tão alegre, democrática e movimentada. Para este fim de semana, quando termina o evento, a expectativa é de que o cenário seja o mesmo, com boa programação gratuita de cursos, degustações, palestras e debates, além de dezenas de atrações artísticas (shows, intervenções teatrais e exposições). Fora o circuito paralelo de restaurantes, todos com menus especiais.

Nos largos das Forras e da Rodoviária foram montados, respectivamente, estandes de restaurantes de Tiradentes (Pau de Angu, Angatu, Kitanda Brasil e Lusitania) e Belo Horizonte (A Favorita, Cantina Piacenza, Ro.ZA Catering e Vecchio Sogno). Cada um vende especialidades de seus cardápios em forma de pratos individuais (entre R$ 20 e R$ 40, em média). No Largo da Rodoviária há, ainda, vinhos à venda por preços quase iguais aos de prateleira e pequeno mercado com produtos típicos mineiros.

Cursos, palestras e debates são realizados no Largo das Forras e na Pousada Escola Senac (próxima ao Largo da Rodoviária) – são todos gratuitos, mas é preciso fazer inscrição prévia. Entre os destaques de amanhã estão as palestras de Lourdes Plana (diretora do congresso gastronômico Madrid Fusión), César Adames (destilados das Américas), Fabiana Arreguy (cervejas e sabores do Brasil), Ensei Neto (origens do café mineiro) e Carlos Garcia, chef do restaurante venezuelano Alto (cacau brasileiro e cacau venezuelano).

No domingo, o público poderá conferir palestras como as de Hans Eberhard Aichinger (gastronomia sustentável), Rafael Mantesso (Não abra um restaurante), Lourdes Hernández (O cacto, a tequila e o mezcal – Desvendando as bebidas símbolos do México) e, novamente, do consultor em marketing e qualidade de cafés especiais Ensei Neto (Diálogos líquidos: cachaça e café).

O roteiro de restaurantes organizado pelo festival inclui endereços em Tiradentes e arredores, com opções para todos os bolsos. Além das casas tradicionais, como Tragaluz, Via Destra, Estalagem do Sabor, Ora Pro Nóbis e Theatro da Vila, também participam endereços inaugurados recentemente, como Pacco & Bacco, Lusitania, Angatu e Archote.

Latinos

Na semana passada, os chefs dos festins (jantares especiais harmonizados com vinhos) vieram de Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Porto Alegre e Salvador. Os deste fim de semana são todos de restaurantes latino-americanos: Fernando Rivarola (El Baqueano, Argentina), Juan Manuel Barrientos (El Cielo, Colômbia), Maurício Acuña (Espais-Sucre, Equador) e os espanhóis Bruno Oteiza e Gerard Bellver (Biko, México). Os ingressos para esses jantares estão esgotados.


Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes

Festins, cursos, degustações, palestras, circuito paralelo de restaurantes e programação cultural.
Sexta-feira a domingo, em Tiradentes
Informações no site do evento

Leia mais no Blog do Girão.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA