O poderoso sal

A flor de sal é formada por cristais que aparecem nas camadas superficiais das salinas

por Dilu Bartolomeo Vilela 25/08/2013 20:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Dilu Bartolomeu Vilela
(foto: Dilu Bartolomeu Vilela)
Tem sol, tem sal, tem flor de sal! O sal, se tivesse apelido, seria aquele que tem “mil e uma utilidades” . Quem não adora um mimo, como ganhar os benefícios do antigo escalda-pés que tem o poder de manter o bem-estar e o bom humor? Todas as vezes que me corto na cozinha, coloco sal para estancar o sangue. Existe quem não acredita, mas funciona! Muita mulher crê em suas virtudes estéticas ao esfoliar a pele no desejo de tirar impurezas, renovar e suavizar a cútis. Ela confia também em seu poder místico ao colocar uma pitada de sal sobre os ombros para afastar a inveja, espantar o mau-olhado e outros sentimentos inferiores vindo de uma amiga agourenta. Existem povos que acreditam que ao tomar banho com água misturada a sal e ervas, a energia interna e a vontade de viver são renovadas, e ainda dizem que a cabeça não pode ser molhada, pois nela mora o espírito e este não deve ser neutralizado. Tem mais... Quer purificar sua casa e deixar os ambientes a salvo de energias arrepiantes? Uma pitada de sal! Ah! E cuidado! Se ao entrar na casa de uma amiga ver uma fileira do produto na soleira da porta, saiba que é destinada a visitas indesejáveis. É no mínimo curioso, mas já ouvi dizer que depois de uma festa, é preciso lavar copos e pratos com sal para neutralizar a energia negativa de certos convidados.

Fora todas as crenças, o sal foi o primeiro tempero da civilização e trouxe qualidade de vida desde as épocas mais remotas. Foi até considerado ouro branco. A salga de alimentos já era um costume no Egito, os gregos e os romanos utilizavam o sal também como moeda para suas operações de compra e venda e o termo "salário" deriva da palavra sal. Hoje, a moda é flor de sal e existem vários tipos disponíveis pelo mundo. O Brasil passou a produzir sua flor de sal em Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde para cada 80 quilos de sal, um quilo da flor é retirado. Mas a mais famosa e apreciada flor de sal “desabrocha” em Guérande, cidade francesa na Bretanha, onde no ano de 945, monges da abadia de Landévennec criaram e registram em ata esse aproveitamento extra das salinas. A flor de sal é constituída pelos cristais que se formam da camada superficial das salinas durante a produção de sal e é conhecida como nataor causa da semelhança com a gordura do leite. Li não sei onde: “ Tem sol, tem sal, tem flor de sal!”.

É isso para que se forme é necessário sol abundante. Suas principais características são ser oca se tornando crocante na boca – incidindo numa textura muito apreciada – e por ser mais leve, menos salgada e dissolver-se facilmente. Ela pode ser encontrada em diversos sabores e aromas. Eu mesma tenho uma coleção de flor de sal. Amo! A alta gastronomia é apontada por difundir os desejos, agradáveis, delicados e caros cristais de texturas variadas. O preço elevado mostra que, além de precioso, é acertado empregá-lo com prudência. Para melhor aproveitar sua crocância, o sal gourmet deve ser adicionado fora do fogo, somente na finalização dos pratos. Pode ser usado em qualquer tipo de preparo, e hoje, no Degusta, esse “ caviar dos sais” será utilizado na sobremesa. Na França, o caramelo, receita clássica feita com açúcar e creme há centenas de anos, ganhou nova versão em 1977, na Bretanha, quando foi colocado um pedaço de manteiga salgada no caramelo. Nasceu uma das mais apreciadas iguarias: caramel au beurre salé. Vou dar uma receita mais simples e uma que faço aproveitando o leite de búfala que vem da fazenda. Esse último, aromatizado com especiarias, fica maravilhoso! Meu Deus, estou escrevendo e sentindo o perfume que vem da cozinha... Dilucious!

Caramel au beurre salé
(Com especiarias e leite integral)



Ingredientes


1kg de açúcar; 5 litros de leite integral de búfala. Especiarias: 5 cardamomos, ½ pau de canela, 2 cravos, 2 anis-estrela :100g de manteiga, flor de sal a gosto

Modo de fazer

Derreta o açúcar até virar uma calda. Coloque o leite e as especiarias. Mexa até o açúcar dissolver. Mexa com frequência enquanto estiver engrossando. Quando adquirir a consistência desejada, desligue o fogo e adicione a manteiga. Misture bem. Ao degustá-lo adicione uma pitadinha de flor de sal. Os que forem mais atentos notarão a pitada de sal na foto.

Com creme de leite

Ingredientes


500g de açúcar; 100g de manteiga com
sal; 1 litro de creme de leite fresco;
flor de sal a gosto

Modo de fazer


Derreter o açúcar até virar uma calda. Adicione o creme de leite e mexa até o açúcar dissolver e encorpar, adquirindo a consistência desejada. Adicione a manteiga e misture bem. Ao degustá-lo adicione uma pitadinha de flor de sal.

“DILUdica”: A consistência desejada pode ser mais ou menos firme. Prefiro mais mole. Você poderá utilizá-lo simplesmente à colheradas ou com crepes, que é um clássico na Bretanha, com sorvete, como recheio de bolos, fazendo-o transformar-se em sopinha, em petit gateau, crème brulée, pudim. Enfim, use sua criatividade e abuse dessa maravilha.
  1. sal

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA