Por hobby, designer coleciona e executa receitas de chefs famosos

Patrícia Dias tem preferência para sugestões rápidas, porém, sofisticadas

por Laura Valente 21/04/2013 17:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
MARIA TEREZA CORREIA/EM/DA PRESS
(foto: MARIA TEREZA CORREIA/EM/DA PRESS)

Na casa dos pais, a designer Patrícia Dias não teve aulas de culinária. Nem a mãe e nem a avó tinham pendão para o preparo de receitas. No entanto, quando casou, há 20 anos, ela acabou desenvolvendo o hábito de cozinhar informalmente, primeiro para jantares romântico com o marido, depois quando vieram as crianças, para todos. Tomou gosto. “Comecei a colecionar receitas publicadas em revistas e jornais, a comprar livros especializados, e hoje faço de tudo, com preferência para pratos salgados”, conta.

No entanto, a designer não copia as receitas ao pé da letra e, muitas vezes, substitui ingredientes. “Nos livros importados, há muita matéria-prima que não encontramos com facilidade no mercado brasileiro, então, troco. Há, ainda, ingredientes dos quais não gosto ou prefiro substituir por outros menos gordurosos”, explica. O resultado são cadernos e livros marcados por rabiscos, cortes, emendas. “Reescrevo, mexo em tudo, até mesmo no tempo de cocção de algumas receitas. Outras vezes acrescento dicas para o preparo, processos que julgo mais eficientes, entre outros pitacos”, revela.

Uma receita de sucesso, sempre preparada por Patrícia, é assinada originalmente pelo jovem chef Jamie Olivier, um stracci com gorgonzola, mascarpone, manjerona e nozes. Porém, a versão dela leva nhoque como massa e descarta o uso de creme de leite (veja receita na página). Para dar um toque ainda mais pessoal, acrescenta ervas frescas, colhidas na horta doméstica, que faz questão de cultivar: manjericão, alecrim, orégano, sálvia, erva doce, entre outras. Como acompanhamento, Patrícia gosta de servir escalopes de filé. Já o marido dela prefere um bom bife de chorizo. “É uma receita sofisticada e bastante saborosa, porém de preparo fácil e rápido. Faço de tudo, desde que a execução não seja complicada. Nunca opto por receitas demoradas, com tempo de feitio longo ou dividido em muitas etapas.”

Outras receitas Patrícia tem outro hábito relacionado à culinária: publica as receitas que faz em um blog, criado originalmente para divulgar seu trabalho de designer. “É uma forma de não fechar o assunto só na questão comercial das joias. Com as receitas, enriqueço o material publicado, que também inclui dicas de viagens relacionadas à gastronomia e comportamento. De quebra, ainda incentivo outras mulheres a cozinhar”, acredita.

No endereço eletrônico, já postou receitas de massas, risostos, carnes e pratos específicos que estão entre os preferidos da família, como fetuccine com frutos do mar ou filé bourgion.

Entre as dicas de culinária que já aprendeu, avalia como a mais importante o não temer experimentar ingredientes e receitas novas, e muito menos errar. “Não tenho medo de fazer nada. Na pior das hipótese, a noite acaba em pizza”, sugere. Outra questão fundamental é a escolha de ingredientes, que devem estar sempre frescos. “Adoro mercados e feiras livres”, indica. No mais, é preparar a mesa com capricho e servir-se à vontade, brinca.


Nhoque com gorgonzola, mascarpone, mix de ervas frescas e nozes

INGREDIENTES


4 dentes de alho picados em fatias bem finas, azeite, 2 punhados de ervas frescas (tomilho, orégano e sálvia) finamente picados, 140g de queijo gorgonzola, 250g de queijo mascarpone, 100g de nozes (sem casca, quebradas e caramelizadas), sal e pimenta-do-reino a gosto (moída na hora), parmesão a gosto (também ralado na hora), 500g de nhoque (Patrícia compra a massa pronta das marcas Colavitta ou La Pastina).

MODO DE FAZER

Em uma panela, frite o alho no azeite com as ervas até ficar macio. Abaixe o fogo e acrescente o gorgonzola e o mascarpone. Derreta os queijos lentamente, sem deixar que fervam. Cozinhe o nhoque em água fervente com sal até a textura al dente. Aumente o fogo da panela com o molho e acrescente metade das nozes. Tempere à gosto. Escorra o nhoque, cubra-o com o molho, acrescente a outra metade das nozes, salpique parmesão e sirva. Para acompanhar, Patrícia sugere medalhão de filé e uma salada de folhas verdes.

Dicas: Patrícia trocou a manjerona da receita original por um mix de ervas para chegar a um sabor mais refinado ( tomilho, orégano e sálvia frescos e finamente picados). Ela também caramelizou as nozes em açúcar mascavo – dica do chef Ivo Faria – para tirar o sabor amargo em excesso das mesmas. Trocou ainda o stracci da receita original pelo nhoque de boa qualidade, pela praticidade de usar a massa comprada pronta. Segundo a designer, a receita também pode ser servida em pequena quantidade, como primeiro prato de uma refeição, como fazem os italianos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA