Ao natural ou em preparos versáteis, a fruta põe no prato uma dose generosa de sabor e saúde

Confira a receita de Pain perdu com creme inglês e mix de peras

por Patrícia Crespo 03/02/2013 16:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maria Tereza Correia/EM/D.A Press
(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
Nos dias atuais, com o constante desenvolvimento de  técnicas e pesquisas agrícolas, é possível  ter à mesa uma variedade de frutas nada comuns no cardápio cotidiano da grande maioria dos brasileiros. Kiwis, damascos e tamâras frescas, cerejas, framboesas, pitaias, phisalis  e tantas outras adentram nossas cozinhas exalando o frescor da novidade. No entanto, quem foi rei nunca perde a majestade, e uma boa e suculenta pera sempre terá espaço garantido em nossas despensas.

As peras são originárias de regiões de clima temperado  e são consideradas pseudofrutos, que são os pomos formados por uma polpa em torno do receptáculo das flores da planta, como as maçãs, ambas da família Rosaceae. Gregos e romanos foram os responsáveis por disseminá-la pelo mundo a fora, entretanto, desenhos primitivos, constatam seu consumo pela civilização suméria, que ocupava a Região Sul da Mesopotâmia, há  mais de 5 mil anos atrás. O poeta clássico Homero já a chamava de "presente dos deuses.


Os diferentes tipos derivam da planta Pyrus communis (europeia) e da Pyrus pyrifolia (asiática). Atrás da uva e da maçã, a pera ocupa o terceiro lugar entre as frutas mais cultivadas no mundo. Portugal, Estados Unidos, Itália, Argentina, Chile e Austrália são os maiores produtores. O Brasil importa mais de 90% da quantidade de pera que se consome por aqui, pois  a produção nacional em escala comercial é pequena, apesar da grande demanda, e está toda concentrada na Região Sul.  
O verão, época de sua melhor safra, é o melhor momento para comer peras suculentas, macias e saborosas e com preços bem razoáveis. Ao natural,  mordiscada com casca e tudo, é alimento prático que se transporta e se come em  qualquer lugar. Como ingrediente do mundo culinário sempre se destaca, quer seja em receitas seculares ou em preparos da cozinha contemporânea.  Em pratos doces ou salgados, acrescenta textura, doçura e aroma às receitas por ser, ao mesmo tempo, macia e al dente, suavizando os sabores. Combina perfeitamente com a preparação de pescados e vinagretes tanto quanto é excelente para elaborar sobremesas, tortas, compotas, cremes, geleias, sucos, licores e sorvetes. Também é apreciada para acompanhar  queijos picantes e de sabor forte.


A fruta tem baixas calorias e uma extensa lista de benefícios nutricionais: rica em potássio, vitamina C, fósforo, ferro  e muitas fibras que ajudam na sensação de saciedade, além de conter um açúcar chamado levulose, que é mais doce que os outros e ajuda a reduzir a vontade de comer doces. Depois de cortada, passa por um processo natural de oxidação, o que deixa a polpa escura. Para evitar esse aspecto indesejado, mergulhe os pedaços em água gelada com limão. Isso também mantém o frescor até o momento de saboreá-la.


 Para os dias mais quentes, uma bela refeição acompanhada de frutas é uma pedida muito refrescante e nutritiva, como esta criação, que preparamos para nossos leitores,  que utiliza um mix de peras e combina um creme de ovos, com uma receita francesa de rabadanas. Surpresa para os olhos  e prazer ao paladar. Não deixe de experimentar.


*Formada em Jornalismo pela Puc-Minas e em Gastronomia pela Estácio de Sá

 

Pain perdu com creme inglês e mix de peras

Ingredientes

 
Para o creme inglês
3 gemas 1 xícara (chá)
de creme de leite fresco
1/2 xícara de açúcar
1 colher (chá) de essência
de baunilha

Para o pain perdu: 1 brioche de fôrma amanhecido cortado em fatias de 2 cm.2 colheres (sopa) de açúcar refinado Açúcar de confeiteiro para polvilhar Para o mix de peras.
 
Peras caramelizadas: 2  peras macias, 50g de açucar, 
50g de manteiga
Peras cozidas: 4 mini peras, 200g de açucar, 50ml de conhaque,
50ml de água

Modo de preparo

Creme inglês: numa panela, junte o creme de leite fresco, o açúcar e as gemas. Acrescente a essência de baunilha e cozinhe em fogo baixo, mexendo sem parar, durante cerca de 20 minutos. Se preferir, faça em banho-maria. Nesse caso, o processo leva o dobro do tempo. Quando adquirir consistência de creme, retire do fogo e resfrie imediatamente a mistura para que não se formem crostas. Reserve.


Pain perdu: Pré-aqueça o forno a 180 graus e forre um tabuleiro com papel-manteiga. Mergulha as fatias de brioche no creme, retire o excesso e disponha sobre o tabuleiro forrado com papel-manteiga. Salpique açúcar refinado e leve ao forno
até corar. Reserve Peras caramelizadas: descasque as peras e corte em fatias. numa panelinha larga coloque a
manteiga e o açúcar core as fatias de pera e reserve.


Peras cozidas: Descaque as miniperas deixando os cabinhos. Faça uma calda com o açúcar, a água e o conhaque. Mergulhe as peras e as cozinhe até ficarem macias.


Reserve em geladeira. Montagem: disponha um pouco do creme no prato e sobre ele as fatias de pão coradas. Cubra o pão com as peras  caramelizadas e sobre elas a pera cozida. Decore com pistaches moídos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA