Congresso gastronômico internacional terá Minas Gerais como homenagem

Madrid Fusión começa na segunda-feira.. Trabalho da Conspiração Gastronômica e do Sabores de Minas vem contribuindo para valorizar a culinária do estado

por Eduardo Tristão Girão 19/01/2013 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leandro Couri/EM/D.A Press
Para Eduardo Avelar, uma das principais metas da Conspiração é mapear os produtos mineiros de terroir (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )
Já está chegando o dia de Minas Gerais brilhar num dos maiores eventos gastronômicos do mundo, o congresso Madrid Fusión, que começa segunda-feira em Madri, na Espanha. Diferentemente das edições anteriores, nas quais países foram homenageados, desta vez um estado foi escolhido para ser representado no evento, possibilitando que chefs e ingredientes mineiros sejam mostrados para público internacional.

Esse feito de inestimável valor para o estado tem entre suas origens o trabalho pioneiro realizado pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Conspiração Gastronômica, que tem à frente os chefs Eduardo Avelar e Eduardo Maya, cujo objetivo é promover a gastronomia mineira por meio de pesquisas, eventos e projetos de extrema relevância para o setor, como o reconhecimento de denominações de origens para produtos de excelência do estado, como queijos, frutas, doces e cachaça.

“Em 2010, eu e Eduardo Maya estivemos no Madrid Fusión e começamos a conversar com os chefs de lá. Percebemos uma união entre eles que nunca havíamos visto, incluindo bascos e catalães, com todos empenhados em levar a Espanha ao lugar que o país chegou. Isso nos encantou e inspirou a criar a Conspiração Gastronômica”, lembra Avelar. Entre os principais projetos da Oscip está o mapeamento dos produtos mineiros de terroir, ou seja, dos que se mostrem excelentes em seus ambientes de origem.

VITRINE

Em contato com representantes do evento desde então, os dois chefs iniciaram negociação com o governo de Minas Gerais ano passado com o objetivo de obter apoio institucional para uma série de ações de incentivo, valorização e promoção da gastronomia mineira, incluindo participação do estado no Madrid Fusión.
Outros parceiros compraram a ideia e, por fim, definiu-se que Minas Gerais estaria presente no congresso espanhol como “Cozinha homenageada” e com várias aulas na programação, além de estandes. Cerca de 15 chefs de destaque que atuam no estado estão em Madri para partipar do congresso, sem contar com o paulistano Alex Atala (D.O.M., SP) e chefs de outros estados. Além disso, a comitiva mineira está a cargo do coquetel de abertura do congresso, segunda-feira, no Casino de Madrid, na capital espanhola.

“Estamos muito felizes e vamos mostrar Minas Gerais, a nossa história gastronômica e o que pretendemos. Viramos uma vitrine. Técnica nós temos e os novos chefs do estado são muito bons, estão além dos da minha geração. Acho que os filhos deles é que verão Minas Gerais como uma espécie de Provença mineira, mas são esses jovens chef que estão alavancando esse movimento”, analisa Avelar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA