O bar Dub se firma como mais uma boa opção do Maletta

A casa funciona na varanda sobre a Rua da Bahia

por Eduardo Tristão Girão 07/09/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
fotos: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
(foto: fotos: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
 
Com o terceiro bar inaugurado no mesmo lado da varanda (sobre a Rua da Bahia), o Edifício Maletta, no Centro, se firma como point na noite belo-horizontina com seu clima descolado e vista privilegiada de prédios históricos. Primeiro foi o Arcângelo, em 2010, e meses depois, o Biografias. O Dub, localizado entre os dois, teve as portas abertas há cerca de um mês e tem como especialidades drinques, petiscos e hambúrguer feito no local. Como de costume por ali, boa parte das mesas fica rente ao parapeito. Leia mais sobre gastronomia no blog do Girão
Um dos sócios da nova casa é Davi Zaidan, ex-proprietário da boate Up e promotor da festa Alta Fidelidade. “Larguei emprego no banco e decidi me virar fazendo algo que gosto. Foi um amigo que me propôs alugar esse imóvel, que estava há mais de um ano fechado. Uma semana depois, alugamos”, conta. Coincidentemente, Davi, de 35 anos, morou até os 7 no prédio. “Lembro de brincar nesses corredores e de cortar cabelo aqui”, conta.
Seis meses de uma reforma, transformaram a antiga oficina de reparo de forno de padaria num ambiente cujas paredes foram decoradas com obras do estúdio 45Jujubas (que também criou a arte do cardápio) e do designer gráfico Thiago Mazza. O balcão acolhe 14 pessoas sentadas, mas costuma dobrar de capacidade com os fregueses que simplesmente encostam por ali. Sobre ele passa a tubulação de metal ligada à coifa, que fica na cozinha, montada no mezanino. O piso é de marmorite, semelhante ao do restante do andar.
“Em relação a lugares para sair, acho o Centro muito bom. Não vejo muita gente indo à Savassi, apesar de lá estarem lugares legais como A Obra. As pessoas têm gostado mais do Centro e a vida noturna daqui tem sido renovada. Hoje, vejo que as festas boas que eu costumava ir acontecem no Centro”, avalia Davi. Além dos dois bares vizinhos ao Dub, ele elogia o Nelson Bordello e o Studio Bar e o restaurante Salumeria Central, que oferece outra boa vista do Centro.
Enxuto Fã de comida mexicana, Davi fez questão de oferecer na casa duas pedidas do gênero: porções de quesadillas (R$ 16) e tacos (R$ 12), ambas servidas com guacamole e molho de pimenta chipotle. No enxuto cardápio, elaborado por ele e pelo chef André Lucchesi, há outras porções, como de cogumelos na manteiga com azeite de ervas frescas com pães (R$ 20). O sanduíche que tem o nome da casa leva hambúrguer caseiro, queijo do reino, folhas e molho secreto (R$ 12). O pão de mel (R$ 6) é a única sobremesa disponível.
 
Drinques somam 30 opções, assinadas por Tiago Santos. Além dos clássicos, há pedidas diferentes, a exemplo do Michelada Dub (cerveja, molho inglês, shoyu, suco de tomate, pimenta e suco de limão; R$ 12), do Dub (vodca de tangerina, graviola, suco de limão, suco de maçã e xarope de rosas; R$ 15) e do Fabs (uísque, licores Jägermaister e de café, suco de laranja e pimenta; R$ 15). As cervejas custam entre R$ 4 e R$ 15 (garrafas de tamanhos variados).
 
Dub
Rua da Bahia, 1.148, sobreloja 5, Centro. (31) 3222-3527. Aberto de terça a sábado, das 18h às 23h15. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA