O sabor da diversidade

Festival de Tiradentes, que começa hoje na cidade histórica mineira, terá representantes de seis estados

por Eduardo Tristão Girão 24/08/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Dudu Maroja/Divulgação
O chef paraense Thiago Castanho é um dos destaques da programação de cursos e festins do festival (foto: Dudu Maroja/Divulgação)
Provavelmente numa de suas mais ambiciosas edições, o Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes começa hoje na cidade histórica mineira tendo como foco a diversidade regional de ingredientes de seis estados. O ponto de partida foram expedições realizadas em Minas, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Amazonas e Rio Grande do Norte, que serviram de inspiração para os festins, palestras, cursos e até para uma feira com venda de produtos trazidos dos locais visitados.

A programação de festins mescla atrações nacionais e internacionais, a começar pelas dobradinhas de chefs brasileiros em três deles, representando todos os estados em destaque. Minas Gerais e Rio Grande do Norte estarão a cargo dos chefs Ivo Faria (Vechio Sogno, MG) e Tadeu Lubambo (Camamo, RN), Pernambuco e Amazonas estão com André Saburó (Quina do Futuro, PE) e Felipe Schaedler (Banzeiro, AM) e Rio de Janeiro e Ceará com Kátia Barbosa (Aconchego Carioca, RJ) e Marco Gil (Sah, Ceará).

Entre os chefs estrangeiros, chama a atenção a presença do espanhol Jordi Roca, um dos três irmãos que comandam o restaurante El Celler de Can Roca, em seu país natal, atualmente considerado pela revista britânica Restaurant o segundo melhor do mundo na famosa lista que publica anualmente. Além da habilidade com sobremesas (é confeiteiro), tem sabe trabalhar com a fumaça como fixador de sabor. Tanto que um dos pratos de seu festim é o cordeiro servido com a fumaça da brasa em que foi assado.

Além do espanhol, estarão presentes sete chefs de países sul-americanos: Matias Palomo (Sukalde) e Tomás Olivera (Casamar) de Santiago, no Chile; Sumito Estévez (Sumito), Nelson Méndez (Biarritz) e Hector Romero (Instituto Culinario de Caracas) de Caracas, na Venezuela; e Diego Muñoz (Astrid & Gastón) e Virgilio Martínez (Central Restaurant), de Lima, no Peru. O preço dos festins varia entre R$ 340 e R$ 450 - alguns já estão esgotados.

Na programação de cursos, um dos destaques é o do chef Thiago Castanho, jovem talento da cena paraense, que responde com o irmão, Felipe, pela cozinha do tradicional Remanso do Peixe e do recém-inaugurado Remanso do Bosque, ambos em Belém. Ele mostrará alguns resultados interessantes de suas pesquisas com a farinha de mandioca, um dos ingredientes icônicos da região Norte. “As pessoas só lembram da farofa, mas temos vários usos para o produto. Hidratada com leite de coco a farinha d’água fica parecendo cuscuz marroquino”, exemplifica. O curso e o festim dele são amanhã.

Palcos A programação cultural também segue a temática regional proposta pela expedição gastronômica, incluindo grupos musicais e artistas de teatro e circo de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Amazonas. Haverá cerca de 20 apresentações de teatro e dança na cidade, além de outras tantas de chorinho, jazz, MPB e música instrumental na cidade (Turíbio Santos e Teatro Máquina são algumas das atrações). Todos esses eventos são gratuitos.


Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes
Festins, cursos, palestras, feira, circuito de restaurantes e atrações culturais. De hoje a 2 de setembro, em Tiradentes. Informações: www.culturaegastronomia.com.br


Leia sobre as promoções 
do clube A 
Página 31


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA