Em clima descontraído, L' Aperitivo une qualidade a bons preços

por Eduardo Tristão Girão 04/05/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press
Queijo de búfala, polvo, figos, aliche e tomates frescos, entrada do L%u2019 Aperitivo, nova casa da cidade (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press )
Donos de um dos restaurantes mais caros de Belo Horizonte – Dádiva –, Allyson Lessa e Manueljuvêncio Ottoni agora apostam num modelo mais popular no aristocrático Bairro de Lourdes. Ocupando a esquina onde antes funcionava o Braca, o recém-aberto L’Aperitivo tem no balcão seu charme, recheado de frios, queijos, conservas, carnes e lasanhas, tudo vendido a quilo (R$ 6,20, 100g). No cardápio à parte, totalmente italiano, massas feitas na casa, risotos, polentas e petiscos. Há vários pratos até R$ 30. Leia mais sobre gastronomia no Blog do Girão
“Nossa ideia é oferecer algo por preço mais baixo e que agrade a maioria das pessoas. Comida de balcão, algo mais descontraído mesmo. Mais rápido, mas sem ser fast food. Algo entre um bar e um restaurante”, define Allyson. Mal abriu a nova casa, já anuncia a segunda unidade no Belvedere (ao lado do Bar Djalma, na Rua Jornalista Djalma Andrade) e a intenção de levar o formato também para shoppings.
Com a unificação do piso do salão interno e do passeio, os 85 lugares ficam “na calçada”, conferindo certo despojamento ao ambiente. A sensação é reforçada pelas plantas penduradas sob o toldo e pela calculada displicência das lâmpadas “nuas” (não há luminárias). Todas as mesas são de madeira, sendo três coletivas. Em breve, a casa abrirá para almoço durante a semana e, na terceira fase, também para o café da manhã.
De qualquer mesa, é possível avistar o balcão. Ou melhor, os balcões, já que o maior está virado para a Rua Tomaz Gonzaga, e o menor para a Rua Rio de Janeiro. O primeiro guarda em pequenas vasilhas variedade de petiscos frios – de azeitonas a camarão marinado, passando por queijos e frios nacionais (gorgonzola, mortadelas variadas, pastrami, entre outros). O segundo tem pernil suíno e lasanhas feitas na casa e vendidas em pedaço (bolonhesa, bacalhau ou cogumelos, por exemplo). Basta escolher e pesar (R$ 6,20, 100g).
Fora desse sistema, o freguês encontra interessante variedade de queijos e frios importados da Itália, como miolo de queijo grana padano (R$ 16, peça), gorgonzola picante (R$ 21, fatia), presunto DOP San Daniele (R$ 26, 100g), cinco tipos de provolone e três de mortadela. Há, ainda, pequena seção de produtos da Espanha, incluindo presunto cru, salames, paleta e bonito em conserva. A propósito, a porção mais cara do balcão é do presunto cru espanhol ibérico de bellota (R$ 65, 100g).
Massas Na cozinha, instalada no segundo andar da casa, ficam os chefs Marcos Help e Felipe Oliveira. O cardápio é de autoria do primeiro, que trabalhou nos restaurantes Emiliano e D.O.M., ambos em São Paulo. Nhoque, tagliarini e tonnarelli são produzidos praticamente todos os dias e servidos em pratos individuais a R$ 28 (cada) com molho à escolha: alfredo, a matriciana, puttanesca, bolonhesa, cogumelos, pesto ou sugo. De lá também saem vários petiscos, como a scarpetta de bacalhau à napolitana (R$ 28).
Risotos (em torno de R$ 40, cada), polentas (R$ 26, em média) e sanduíches (entre R$ 13 e R$ 15, cada) somam-se a pratos com carne, caso do stinco de cordeiro com risoto de açafrão (R$ 58, individual). Para fechar, sobremesas como panna cotta com calda de frutas vermelhas (R$ 12) e tiramisù (R$ 16). Carta de vinhos com 50 rótulos (entre R$ 56 e R$ 298, garrafa) e cervejas com preços entre R$ 6,20 (Original, 600ml) e R$ 9,90 (Stella Artois, 975ml).
 
L’ Aperitivo
Rua Rio de Janeiro, 2.101, Lourdes, (31) 3337-7657. Aberto de terça a sexta, das 17h à 0h; sábado, das 12h à 0h; domingo, das 12 às 19h. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA