De coadjuvante a personagem central

Belo Horizonte ganha sua primeira brusqueteria, a Bruscato, no Bairro de Lourdes

por Eduardo Tristão Girão 02/03/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pedro David/Esp. EM/D. A Press
Bruscato Rua Alvarenga Peixoto, 655, Lourdes, (31) 3291-0188. Aberto de terça a sábado, das 18h à 0h; domingo, das 12h às 18h. (foto: Pedro David/Esp. EM/D. A Press)
 
Acostumada ao papel de coadjuvante (sem falar do aproveitamento de sobras), a bruschetta ganhou posição de destaque no Bruscato, restaurante inaugurado recentemente em Lourdes. Ocupando o pequeno imóvel deixado pelo extinto Urbano Santiago, a casa aposta em 25 combinações sobre a famosa fatia de pão levemente tostado que os italianos espalharam pelo mundo. De tomate a foie gras, tem até sabor doce no cardápio.

“Meu sócio tinha vontade de montar uma brusqueteria e eu, que sempre achei a ideia fantástica, percebi que todo restaurantes de BH tem bruschetta no cardápio, mas não uma casa especializada nela”, conta Eduardo Malzone, que comanda a casa com André Strauss. Sobrinho de Marco Malzone, veterano da gastronomia na cidade, Eduardo acumulou experiência nas casas do tio (que não é seu sócio) por quase 10 anos. Antes disso, atuou como professor de hipismo.

Será que vem por aí uma onda de brusqueterias? É cedo para dizer se acontecerá o mesmo que hoje se verifica na cidade com o frozen yoghurt, o temaki e a pizza de pedaço, mas fato é que já existem estabelecimentos do gênero em São Paulo e no exterior. Há potencial na iniciativa, visto que é uma forma de trabalhar com ingredientes de preço elevado sem chegar aos “salgados” pratos individuais da região. E as bruschettas ainda harmonizam bem com vinho, bebida que conta com número crescente de adeptos.

Cada porção de bruschetta custa entre R$ 15 e R$ 28 e tem três unidades. Entre os sabores, destaque para o de queijo brie com abobrinha; queijo de cabra com mel e azeite trufado; e alho-poró com muçarela de búfala e farofa de presunto cru. Todas são feitas com fatias de baguete do ateliê de pães Cum Panio, que entrega os pães quase diariamente na casa. O preparo é sempre o mesmo: as fatias cortadas na hora são rapidamente grelhadas, recebem uma raspadinha de alho e o recheio e são finalizadas no forno.

Modas Prevendo que a freguesia não ficaria satisfeita apenas com as bruschettas, os proprietários incluíram também saladas (cerca de R$ 22, cada), risotos (bacalhau, parmiggiano com filé ao vinho e à milanesa com ossobuco de vitelo, entre outros; cerca de R$ 38, cada) e massas, como o linguine com camarões ao molho de limão siciliano (R$ 40). Todos os preços são individuais.

Para sobremesa, chamam a atenção as bruschettas doces: há de goiabada com queijo (R$ 12), de creme de avelã com chocolate e avelãs torradas (R$ 12) e de alfajor (com doce de leite mineiro e chocolate meio amargo picado; R$ 15). O cardápio, elaborado pela chef e consultora Júlia Martins, é executado por Geórgia Silveira.

Cervejas estão disponíveis apenas em long neck (entre R$ 6 e R$ 16, cada). Há 16 opções de drinques (alguns assinados pelo bartender Thiago Gazzinelli), como o bajito (mojito de manjericão, R$ 9,50) e o scullacione (R$ 20), que leva, entre outros ingredientes, a bebida da moda, o Aperol (destilado feito com laranja). Vinhos (entre R$ 32 e R$ 297, garrafa) são quase todos da importadora Fine Food.
 
Bruscato
Rua Alvarenga Peixoto, 655, Lourdes, (31) 3291-0188. Aberto de terça a sábado, das 18h à 0h; domingo, das 12h às 18h. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA