Restaurante Los Hermanos promete fidelidade às parrillas

Estabelecimento mantém conceito e simplicidade originais

por Eduardo Tristão Girão 24/02/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fotos: Pedro David/Esp.EM/D.A Press
Gustavo Roman diz que só oferece pedidas essenciais (foto: Fotos: Pedro David/Esp.EM/D.A Press)
O restaurateur argentino Gustavo Roman diz que sua recém-inaugurada parrilla Los Hermanos, no Bairro São Pedro, é a primeira a reproduzir com fidelidade o conceito desse tipo de restaurante na cidade. Sempre foi complicado atribuir autenticidade a casas deslocadas de seus países de origem (bistrôs, cantinas, tascas e pubs). Entretanto, se a simplicidade é mesmo alma de uma parrilla, talvez ele tenha razão quando compara a sua casa com a concorrência, que apresenta salões formais, cardápios vastos e preços mais altos.

“Para nós, argentinos, só há uma parrilla: a autêntica. Não há uma mais chique ou menos chique, desenhada por arquiteto ou assinada por chef. Trata-se de um restaurante para todo mundo, familiar e descontraído. A pessoa não tem de gastar muito”, explica Gustavo. Para tentar reproduzir esse ambiente, ele elegeu uma antiga casa, na qual manteve muito do que deixou Ana Cândida, a antiga proprietária do imóvel: pisos originais (taco e cerâmica), paredes curvas e dois banheiros que valem a visita (um verde e outro rosa).

De frente para a copa está a Sala Che Guevara, com diversas representações do revolucionário argentino. Numa das paredes, chama a atenção a bela coleção de escudos das seleções que disputaram a Copa América passada, comprada em Buenos Aires.

O cardápio é compacto. Traz somente as pedidas que, de acordo com Gustavo, são essenciais numa casa do gênero. Há sete cortes bovinos e galeto, todos servidos com acompanhamentos. Entre eles, asado de tira (costela; R$ 39), fraldinha (R$ 27), picanha (R$ 38), bife de chorizo (R$ 41), bife ancho (R$ 43), prime rib (R$ 49) e carré de vitelo (costela com bife ancho; R$ 49). Todas as carnes são trazidas da Argentina e do Uruguai, temperadas apenas com sal e assadas inteiras sobre brasa de carvão. Os pratos servem uma ou duas pessoas, dependendo do apetite.

Fotos: Pedro David/Esp.EM/D.A Press
Carnes são o forte da nova casa do Bairro São Pedro (foto: Fotos: Pedro David/Esp.EM/D.A Press)
 
BRASEIRO Na parrilla também são preparadas as quatro entradas do cardápio: morcilla (embutido semelhante ao chouriço; R$ 8,50), linguiça (R$ 8), moleja (glândula do pescoço do boi; R$ 18,70) e provoleta (R$ 11). Há uma opção de prato infantil (com picanha; R$ 23). Para fechar, sorvete de creme (R$ 4,50), doce de leite argentino com sorvete (R$ 4,50) e panquecas que remetem à Argentina e ao Brasil, feitas com doce de leite argentino ou goiabada com requeijão (R$ 9,90, cada), ambas servidas com sorvete.

Às terças e quartas-feiras, a casa oferece versão da parrillada num pequeno braseiro de metal chamado infiernillo, com asado de tira, fraldinha, uma morcilla, uma linguiça e meio galeto por R$ 55 (para duas pessoas) – quem quiser pode pedir um pouco de moleja sem custo adicional.

Com um dia de antecedência, a casa aceita encomenda de costillada, costela bovina assada inteira na parrilla por três horas, preparada pelo próprio Gustavo (serve 20 pessoas).

Outras pedidas são saladas, crepes e empanadas – as mesmas servidas na rede de pizzarias de Gustavo, a Pizza Sur. A carta de vinhos e a política de preços para a venda da bebida são as mesmas de lá, ou seja, muitas opções de rótulos até cerca de R$ 40, todos da importadora De Vinum. No total, são 55, com preços entre R$ 33 e R$ 99 (garrafa).
 
LOS HERMANOS
Rua Lavras, 914, Bairro São Pedro. (31) 3245-8077. Aberto de terça a sábado, das 18h à 0h. A partir de março, funcionará para almoço aos sábados e domingos. 
 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA